O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho e do Desenvolvimento Social (Setas), e a Prefeitura de Colinas assinaram na noite desta quinta-feira, 29, o Plano de Ação da Inclusão Produtiva Urbana e Rural, na Praça 7 de Setembro, em Colinas do Tocantins. Já em Porto Nacional, o termo de cooperação técnica será assinado às 17 horas, desta sexta-feira, 30, no Centro de Convenções Vicentão. Os projetos da Inclusão Produtiva devem beneficiar, nos dois municípios, mais de 5 mil famílias; 2,5 mil em Colinas e 2,8 mil em Porto Nacional.

Os projetos articulam ações e programas que favorecem a inserção das pessoas no mundo do trabalho por meio do emprego formal, do empreendedorismo ou de empreendimentos da economia solidária. Entre as ações serão oferecidos cursos interativos online, como Inglês, Espanhol, Estética, preparatórios para o Enem e profissionalizantes, com duração entre 60 e 120 horas/aula.

Segundo o diretor e presidente do Centro Nacional de Educação Profissional (Cenep), empresa responsável pela metodologia das qualificações, Jethlenio Calisto, a tecnologia usada nas qualificações já está presente em mais de 500 escolas no país e o certificado é válido em todo território nacional.

Plano de Ação

O Plano de Ação da Inclusão Produtiva tem como público-alvo agricultores familiares, empreendedores de economia solidária, jovens e adultos, micro e pequenos empresários, famílias atendidas pelos programas de transferência de renda, e organizações da sociedade civil. O conselheiro de economia solidária da Setas, Valter Frota, explica que depois da qualificação profissional os beneficiados pelos programas terão linha crédito facilitado para montar o próprio negócio.

O secretário da Setas, Messias Araújo, falou sobre a importância da assinatura do termo de cooperação. “O que a sociedade precisa é dar oportunidade para essas pessoas de baixa renda e inseri-las no mercado de trabalho”, ressaltou o gestor.

O prefeito de Colinas do Tocantins, Adriano Rabelo da Silva, ressaltou que o trabalho social é extremamente importante para a população, já que a profissionalização das pessoas gera oportunidades e transforma vidas.

 Certificados

Foram entregues cerca de 100 certificados do programa de Inclusão Produtiva durante o evento desta quinta-feira,30. Para Deuziane Pereira, 17 anos, a entrega do certificado de Design de Sobrancelhas e Maquiagem foi um momento especial em sua vida; mesmo com filho de 1 ano de idade no colo, ela fez as 40 horas do curso. “Vou moldurar esse certificado e colocar na parede”, exalta a dona de casa.

Porto Nacional e São Valério

Nesta sexta-feira, 30, serão entregues 245 certificados da Inclusão Produtiva em Porto Nacional, às 17 horas, no Centro de Convenções Vicentão. No sábado, às 8 horas, mais de 50 certificados serão entregues em São Valério, no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da cidade, localizado na Rua Ayrton Senna.

Beleza, panificação e artesanatos

Durante a semana foram capacitadas com os cursos na área da beleza, panificação e artesanatos, cerca de 400 tocantinenses nos três municípios. O público-alvo são famílias que se encontram em situação de extrema pobreza, inscritas no Cadastro Único do Governo Federal, com ênfase para os beneficiários do Programa Bolsa Família.

Comentários do Facebook