O Dia de Combate à Poluição foi um dos motivos do 1º Passeio Ciclístico de Lajeado, ocorrido no sábado, 19.  A data também foi alusiva ao Dia Nacional do Ciclista. O evento foi organizado pelo Colégio Estadual Nossa Senhora da Providência e recebeu apoio do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) por meio da Área de Proteção Ambiental (APA) Serra do Lajeado.  O passeio também foi apoiado pelas equipes de ciclismo Lajeado Pedalando e Miracema Pedaladas. O Dia de Combate à Poluição é comemorado no dia 14 de agosto.

O passeio contou com aproximadamente 300 participantes de todas as faixas etárias e classes sociais. O percurso foi de 10 km passando por pontos ecoturísticos de Lajeado, quando em cada parada os ciclistas plantaram mudas de espécies frutíferas nativas do cerrado.

Segundo a gestora da APASL, Camilla Oliveira Muniz, os participantes estavam muito envolvidos e todosem prol da saúde e meio ambiente. “Para a equipe da APASL, não haveria melhor forma de exaltar o Dia de Combate à Poluição. Por essa razão apoiamos essa nobre causa”, destacou.

O professor Aécio Araújo, idealizador do projeto, ressaltou a importância do esporte na vida da população e atribuiu aos alunos participantes a responsabilidade de cuidar das mudas e dos locais onde foram plantadas, de maneira a assegurar a manutenção dos recursos naturais do município.

“Foi à concretização de um sonho da equipe Lajeado Pedalando, que já articula a continuidade da atividade através de passeios semanais que agreguem toda a comunidade”, adiantou o ciclista Joathan Oliveira.

Para Camila Muniz, a bicicleta é uma alternativa de locomoção limpa, pois não utiliza combustível e evita a emissão de gases poluentes na atmosfera. “Outro grande benefício, é que os ciclistas costumam ter uma visão mais sensível aos recursos naturais, uma vez que consomem as frutas que encontram pelo caminho e utilizam dos corpos hídricos para se refrescar”, ressaltou.

A gestora enfocou ainda que o Dia de Combate à Poluição, é uma data  importante para alertar a população, “quanto aos gravíssimos problemas ambientais que temos enfrentado, buscando soluções à degradação de nosso planeta”, finalizou.

De acordo com a diretora do Colégio Estadual, Ana Cristina Campos, a ocasião foi de agradecimento pela oportunidade de trabalhar com uma equipe criativa e competente. “Este é um projeto onde houve o despertar para a causa ambiental, promoção da saúde, a motivação para a prática do esporte, além da integração da comunidade. É a escola a serviço da educação, cujo objetivo é educar integralmente”, considerou.

OMS

De acordo com relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS), a poluição é responsável por uma, em cada cinco mortes de crianças. “Seus órgãos e sistemas imunológicos em desenvolvimento, corpos menores e vias aéreas tornam as crianças especialmente vulneráveis ao ar e água sujos”, destacou Margaret Chan, diretora-geral da OMS.

O termo poluição é definido pela Política Nacional de Meio Ambiente (Lei nº 6938/81) como a degradação da qualidade ambiental resultante de atividades que direta ou indiretamente prejudiquem a saúde, a segurança e o bem-estar da população. Afeta desfavoravelmente a biota, as condições estéticas ou sanitárias do meio ambiente.

 

Comentários do Facebook