Reprodução Norte do Tocantins

Moradores de Miracema entraram em contato na tarde deste sábado (24), com a redação do webjornal norte do Tocantins para reclamarem de graves problemas com a coleta de lixo, com resíduos tomando conta de ruas e calçadas por todo o município, cena registrada na Rua 33 e se repete em diversos bairros.

De acordo com a denúncia, há sete meses de administração da Prefeitura Municipal comandada pela Prefeita Camila Fernandes, ela não consegue sequer limpar a cidade, com isso o lixo tem se acumulado nas ruas da primeira capital do Tocantins, que além do risco de doenças, tem provocado revolta e transtornos para a população miracemense.

Foto enviada por moradores

Os moradores do setor Universitário disseram que são obrigados a pagar aluguel de caminhão para a retirada do lixo que está nas ruas há mais de seis meses.

Um morador que não quis se identificar, disse que na rua que mora, para passar um carro, tem que esperar o outro, por conta da quantidade de lixo acumulado e isso vem trazendo transtorno e atraso nas suas obrigações diárias.

Foto enviada por moradores

Outra cena absurda, é no Setor Mustafá Buscar, que de acordo com os moradores, está sendo ateado fogo por eles mesmos no lixo nas portas de suas casas para amenizar a situação.

A Gestão também é acusada pela população de oprimir e fazer terror com donos de bares e empresários do ramo de turismo com operações covardes da vigilância sanitária, fechando bares e expulsando turistas dos balneários da cidade.

Nossa equipe tentou entrar em contato com a prefeitura de Miracema para saber como está a situação da coleta de lixo, mas nossas ligações não foram atendidas. O espaço está aberto para explicação ([email protected]).

VÍDEO

Comentários do Facebook