ilustrativa

Policiais Civis de Itaguatins, extremo norte do Tocantins, efetuaram na tarde desta quinta-feira, 23, em Maurilândia do Tocantins, as prisões de dois irmãos de 35 e 26 anos. Eles são suspeitos pela prática do crime de homicídio tentado contra outro homem de 28 anos, fato ocorrido na noite do dia 27 de junho do corrente ano, em Maurilândia.

De acordo com a autoridade policial, os dois indivíduos presos nesta quinta, em virtude de cumprimento a mandados de prisão preventiva, expedidos pelo juízo da Comarca de Itaguatins, se desentenderam com a vítima por volta das 21 horas da noite do dia 27 de junho por causa de som alto em um bar da cidade.

Logo em seguida, a vítima se retirou do local e foi para sua residência, mas foi seguida pelos agressores. No entanto, ao chegar a casa, o homem foi interceptado pelos irmãos que entraram em luta corporal com a vítima e, armados com uma uma espátula de ferro, instrumento utilizado em serviços de borracharia, desferiram vários golpes que acertaram, principalmente, a cabeça da vítima que sofreu ferimentos gravíssimos.

Ele foi socorrido e levado em estado grave para o hospital, mas devido à gravidade dos ferimentos, o homem passou 15 dias em coma, e outros 15 dias internado até ficar recuperado.

Logo após o crime, a Polícia Civil deu início às investigações e, em pouco tempo, conseguiu identificar os dois irmãos como os autores do crime. Dessa forma, o delgado Inaci representou junto ao Poder Judiciário por mandados de busca e apreensão e também de prisão preventiva em desfavor dos dois suspeitos. De posse das ordens judiciais, os policiais foram até a residência dos indivíduos, em Maurilândia, e efetuaram as prisões.

Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, os dois homens, foram encaminhados à Cadeia Pública de Araguatins, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

Comentários do Facebook