Governador destacou importante papel do Comitê de Crise frente às ações de combate à pandemia

Órgãos e instituições que compõem o Comitê de Crise para Prevenção à Covid-19 participaram de mais uma videoconferência nesta quarta-feira, 29, para atualizar dados e avaliar as ações executadas durante a pandemia no novo Coronavírus no Tocantins. Coordenando a reunião, o governador Mauro Carlesse reforçou sua preocupação em manter o Estado como um dos que apresentam menores índices de casos e óbitos do País.

“Estamos mais uma vez em busca de alinharmos as ações que sejam melhores para o Tocantins, com a preocupação de fazer as coisas corretas para que a gente não chegue a situações mais difíceis que outros estados já estão enfrentando. Aqui, nenhum erro vai ocorrer por falta de conversa, debate e de busca pelas melhores decisões. Estamos e continuaremos atentos e vigilantes, cuidando da nossa população”, garantiu o Governador.

O secretário de Estado da Saúde, doutor Edgar Tollini, informou que está prevista para a próxima semana a liberação de mais 60 leitos clínicos e 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva [UTI] no Hospital Oncológico de Palmas. “Trata-se de um hospital pronto e equipado, que dará assistência para a macrorregião do Cantão e a região metropolitana da Capital. Atualmente, o Tocantins dispõe de 45 leitos de UTI e vamos chegar a 85 com mais 10 leitos que vamos ampliar em Augustinópolis; 10 leitos no Instituto Sinai, em Araguaína; e outros 10 que estamos trabalhando para implantar em Gurupi. Continuamos enfrentando dificuldades, mas em Brasília escutamos do ministro da Saúde que o trabalho que tem sido feito pelo Governo do Tocantins e por este Comitê é de destaque”, afirmou.

Deliberações

Durante a reunião, foi anunciado que o Estado vai prorrogar o decreto que suspende a ocorrência de aulas presenciais. A secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar, fez uma prestação de contas sobre as ações da pasta e pontuou que depois de uma criteriosa análise feita com o apoio de diversas áreas entendeu-se não ser este o momento ideal para a retomada das aulas presenciais.

“Nós avaliamos bastante a situação, conversamos com diversos poderes, com a Secretaria de Saúde e entendemos ser mais adequado alterar o nosso planejamento. Vamos adiar o retorno presencial previsto para agosto. Com a experiência que estamos tendo com a 3 série do Ensino Médio [que estão tendo aulas virtuais] podemos antecipar, nos moldes não presenciais, com um número maior de alunos. Vamos fazer tudo com o máximo de cuidado e buscando minimizar ao máximo qualquer prejuízo”, explicou a secretária.

A Gestão Estadual ainda renovará o decreto que mantém a jornada ininterrupta e reduzida de 6 horas, com a possibilidade dos demais órgãos se regularem quanto a turnos alternados. Também continuarão suspensas a visitação a parques, a ocorrência de eventos e aglomerações.

Recursos

Segundo o secretário de Estado da Saúde informou, um total de R$ 125 milhões foram enviados pelo Ministério da Saúde aos 139 municípios tocantinenses. “Os municípios receberam 57% e o Estado 43%. Foram alocados R$ 92 milhões para o Estado, mas até agora vieram R$ 77 milhões, faltando R$ 15 milhões”, informou.

O governador Mauro Carlesse também lembrou que a colaboração dos municípios é essencial para que o Estado consiga oferecer um melhor atendimento aos pacientes diagnosticados com o novo Coronavírus. “Precisamos estar unidos, trabalhar de forma conjunta para obtermos os melhores resultados. Estes recursos têm que ser muito bem aplicados e para prestar qualquer tipo de orientação aos municípios nossa gestão está à disposição”, ressaltou

Campanha de conscientização

Ainda durante a reunião, o secretário de Estado da Comunicação, Élcio Mendes, destacou que o Governo tem trabalhado de maneira efetiva nas ações de comunicação com vistas a conscientizar a população sobre a importância das ações de prevenção, de se evitar aglomeração e do distanciamento social.

“Desde o início da pandemia, buscamos fazer um intenso trabalho de conscientização. Por determinação do Governador, agora vamos iniciar uma campanha ainda mais forte, mais impactante, que poderá até causar estranheza em alguns, mas que tem o único fim de chamar a todos para a responsabilidade. É necessário entender que todos devem fazer a sua parte: Estado, Municípios e população”, explicou o secretário.

Participantes

Também participaram da reunião virtual o secretário-chefe da Casa Civil, Rolf Vidal; o secretário de Estado da Fazenda e Planejamento, Sandro Henrique Armando; o secretário de Estado da Segurança Pública (SSP), Cristiano Barbosa Sampaio; o presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins (AL/TO), deputado Antônio Andrade; o presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins (TJ/TO), desembargador Helvécio de Brito Maia;  o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE TO), conselheiro Severiano Costandrade de Aguiar; a procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Tocantins (MPTO), Maria Cotinha Bezerra; o defensor público-geral da Defensoria Pública do Estado (DPE/TO), Fábio Monteiro; o comandante do Corpo de Bombeiros do Tocantins, coronel Reginaldo Leandro da Silva; o comandante-geral da Polícia Militar do Estado, Jaizon Veras Barbosa; o superintendente da Infraero do Tocantins, Juliano Duarte; o comandante do 22º Batalhão de Infantaria do Exército, coronel Carlos Gabriel Brush Nascimento; e o comandante da unidade da Marinha, Marcos Cezar Pires.

Comentários do Facebook