Foto: Celso Tavares/G1
Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) registrou melhora nas vendas do varejo em todas as 27 Unidades da Federação, no mês de maio. No Tocantins, o crescimento foi de 5,9% na comparação com abril. Esse é o primeiro sinal de recuperação, após duas quedas consecutivas causadas pelo fechamento das lojas para controle da pandemia. A taxa média nacional também teve avanço (13,9%), conforme os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira, 8.
O volume de vendas do comércio varejista ampliado com ajuste sazonal, que integra também as atividades de veículos, motos, partes e peças e material de construção apresentou resultado positivo em todos os estados. No Tocantins, a alta foi de 9,9%. Já a variação nacional entre maio e abril foi de 19,6%.
De acordo com o gerente da Pesquisa Mensal do Comércio, Cristiano Santos, os números positivos aparecem após o mês em que foi registrado no país o pior patamar de vendas da série histórica (-16,3%). “Foi um crescimento grande percentualmente, mas temos que ver que a base de comparação foi muito baixa. Se observamos apenas o indicador mensal, temos um cenário de crescimento, mas ao olhar para os outros indicadores, como a comparação com o mesmo mês do ano anterior, vemos que o cenário é de queda”, avaliou.
Ano anterior
Comparando os dados da PMC de maio de 2020, com o mesmo período do ano passado, o Brasil registrou recuo de 7,2% e o Tocantins de 7,6%. Outras 22 Unidades da Federação também apresentaram queda. Considerando o varejo ampliado, ainda no confronto com maio de 2019, houve predomínio de resultados negativos em todos os estados, com retração de 9,1% no Tocantins e 14,9% na média nacional.
Comentários do Facebook