Em reunião realizada nesta terça, 07, as conselheiras elegeram Rosirene Marques representante da CUT para presidir o Comdim. Nubia Martins, representante do Sindjor compõe a mesa diretora como 1ª Secretária.

A mesa diretora do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim) de Palmas foi eleita na tarde desta terça-feira, 07, na sede da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social (Sedes). Conforme as novas diretoras, o próximo passo do conselho é fazer uma análise de toda a documentação do conselho e construir um novo Regimento Interno para a entidade.

A conselheira Nubia Martins, representante titular do Sindjor compõe a mesa diretora do Comdim como 1ª Secretária.

A presidenta eleita, Rosirene Marques, representante titular da Central Única dos Trabalhadores (CUT), destacou o papel do conselho em acompanhar as políticas públicas e ser um canal para “promover políticas que garantam a igualdade de direitos e que tragam melhorias de vida para as mulheres, e atuar, sobretudo no combate a todas as formas de violência contra a mulher”.

Comdim

O Conselho Municipal dos Direitos da Mulher – COMDIM foi criado pela Lei nº 866 de 30 de dezembro de 1999, tem como finalidade à promoção, em âmbito municipal, políticas direcionadas à mulher, assegurando-lhes condições de liberdade e igualdade de direitos, bem como sua plena participação nas atividades econômicas e culturais do Município, em consonância com o Conselho Nacional dos Direitos da Mulher.

Foram eleitas para conduzir os trabalhos no biênio 2022-2024 as seguintes conselheiras:

Presidenta: Rosirene Marques da Silva – representante titular da Central Única dos Trabalhadores (CUT);
Vice-Presidenta: Virgínia de Moura Fragoso – representante da Secretaria Municipal de Saúde (Semus);
1ª Secretária: Núbia da Silva Martins – representante titular do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Tocantins (Sindjor);
2ª Secretária: Silvia Martins Benvindo – representante titular da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedes).

Comentários do Facebook