A população do município de Itaguatins, região do Bico do Papagaio, contará com mais uma escola estadual. O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), autorizou nessa sexta-feira, 17, a Ordem de Serviço para a conclusão das obras da nova unidade de ensino. Serão investidos nesta etapa aproximadamente R$ 3 milhões, com recursos estaduais.

A construção da escola teve início no ano de 2009 e foi interrompida em 2013, parada há 9 anos. A gestão atual da Seduc decidiu retomar e concluir a unidade padrão, que inclui oito salas de aula, guarita, quadra poliesportiva coberta, casa de bombas, central de gás e paisagismo, além da implantação do Projeto de Prevenção de Combate a Incêndio e Pânico (PPCIP). Os banheiros e as estruturas de cobertura, já construídos, passarão por reforma.

Segundo o último censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Ibge), Itaguatins possui cerca de 6 mil habitantes. Situada no extremo norte do Tocantins, a cidade conta com o Colégio Estadual Olavo Bilac, com 438 alunos matriculados, do 7° ano do ensino fundamental até a 3ª série do ensino médio. O prédio desta unidade foi construído há 44 anos, portanto é antigo e não atende plenamente as necessidades da população e dos educadores.

O governador do Estado do Tocantins, Wanderlei Barbosa, reforçou a importância da construção da unidade escolar de Itaguatins e reiterou o compromisso de entregar a escola pra comunidade. “Queremos oferecer às pessoas uma escola salubre e que dê boas condições para os nossos estudantes e professores”, afirmou o Chefe do Executivo.

O secretário de Estado da Educação, Fábio Vaz, lembrou que o Governo do Tocantins, por meio da Seduc, já entregou em sua gestão cerca de 60 obras. Ele afirmou ainda que a comunidade escolar de Itaguatins será atendida com prioridade, pois o Colégio Estadual Olavo Bilac, único a oferecer ensino médio no município, não está em boas condições. “A conclusão da nova escola não está difícil e, por isso, nossa meta é iniciar 2023 com, pelo menos, as salas de aula e os setores administrativos em funcionamento”, destacou.

De acordo com o diretor Regional de Educação de Tocantinópolis, Dorismar Carvalho de Souza, existe uma demanda reprimida e um índice de evasão escolar preocupante na região. “Estamos fazendo um trabalho de busca ativa desses estudantes em Itaguatins e, com a nova unidade estudantil, conseguiremos resgatá-los para os estudos”, garantiu.

Para os moradores, a conclusão e a entrega da nova escola gera expectativa há mais de uma década. Andressa Mendes de Souza, de 20 anos, nasceu e estudou na cidade. Ela relembra que sentia falta de um ambiente mais espaçoso, acolhedor e com mais estrutura para os alunos. “Já estou na faculdade, mas minha irmã Amanda, de 12 anos, vai poder estudar em lugar bem melhor”, comemorou.

Comentários do Facebook