Foto: SEMUS

Em Palmas, da primeira semana de janeiro deste ano até o último dia 28, o Monitoramento Semanal das Arboviroses da Secretaria Municipal da Saúde (Semus) notificou 17.362 casos suspeitos de dengue na Capital e, ainda, 2.906 casos de chikungunya, 441 de zika vírus e seis de febre amarela.

A Semus orienta que a população mantenha a atenção dobrada com qualquer recipiente que possa acumular água e ser um ambiente favorável para a criação de focos do mosquito transmissor.

O monitoramento mostra que, até o momento, dos casos notificados foram confirmados 7.365 pacientes com dengue e 879 com chikungunya. Não há confirmação de zika vírus e febre amarela na cidade, segundo o documento. A Semus reforça que os números são parciais e estão sujeitos a alterações.

Em relação ao mesmo período do ano passado, a Capital investigava 1.189 casos de dengue, 91 de chikungunya, 80 de zika vírus e quatro de febre amarela, sendo que foram confirmados 446 casos de dengue, 11 de chikungunya e cinco de zika vírus. Não houve confirmação para as suspeitas de febre amarela. Mais informações podem ser conferidas no boletim semanal das arboviroses.

Comentários do Facebook