Passeio ciclístico em Lajeado

Para celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiental, 5 de maio, o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), por meio da gestão da Área de Proteção Ambiental (APA) Serra do Lajeado, em parceria com a Prefeitura de Lajeado e o grupo de ciclismo Lajeado Pedalando, promoveu a 2ª edição do Pedal Ecológico, que teve a participação de ciclistas de Lajeado, Tocantínia e Miracema. O evento foi coordenado pela supervisora da APA, Camila Muniz.

O passeio teve início às 6 horas, na Praça das Crianças, onde foi servido um café da manhã, com muitas frutas, doadas por produtores rurais da APA. Em seguida, os ciclistas deram início ao percurso de 48 quilômetros, subindo o Morro do Luau até a trilha da cachoeira da Pedra Perdida. Os participantes foram acompanhados de perto por uma equipe de apoio, que além de distribui água para mantê-los hidratados.

De acordo com a supervisora da APA, Camila Muniz, além da distribuição de água, uma equipe de apoio acompanhou de perto o passei para dar suporte em eventuais emergências. “Como o passei era longo e com um percurso que apresentava vários níveis de dificuldades, a equipe de apoio ficou a postos para socorrer algum ciclista que não conseguisse completar o passeio”, explicou.

Ao final do percurso, os participantes se confraternização durante um almoço patrocinado pela Prefeitura de Lajeado, no Casca Grossa Praia Bar, onde também fez entrega das medalhas aos participantes do evento. Segundo Camila, o passei foi realizado pela segunda vez e já faz parte das comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente. A expectativa é que a cada ano ciclistas de outros municípios participem do passeio.

Parque do Lajeado

Simultaneamente, o Parque Estadual do Lajeado realizou seu 1º Passeio Ecológico. Segundo o inspetor ambiental Lyon Souza, organizador do evento, o objetivo era aproveitar o Dia Mundial do Meio Ambiente e trazer mais pessoas para conhecer o Parque e aproveitar as trilhas.

A concentração teve início às 7 horas, na sede do Parque, de onde os ciclistas saíram pela porteira principal, percorrendo a antiga TO-020 e voltando ao Parque pela porteira Oeste, no percurso do aceiro, passando pelos dois mirantes e retornando para a sede do Parque pelas estradas internas. O percurso total foi de 30 quilômetros.

Comentários do Facebook