Prefeita Cinthia Ribeiro faz a entrega do Selo Palmas Solar aos beneficiários do programa / Foto: Edu Fortes

Palmas tem um grande potencial para a geração de energia fotovoltaica. Acreditando nesta capacidade e com o objetivo de incentivar o consumo de energia sustentável, a prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro, entregou nesta sexta-feira, 11, selos solares a empresas e pessoas que já optaram por este modelo energético. “Esta é uma alternativa que oferece muitas vantagens. Fico feliz de entregar estes selos e saber que estamos contribuindo para a preservação do meio ambiente. A energia solar é econômica, limpa e renovável”, lembrou a prefeita.

Além de contribuir para a preservação do meio ambiente, quem adere ao programa tem alguns incentivos, como uma economia de até 80% no Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI); 25% de desconto da Outorga Onerosa (do direito de construir, da mudança de uso ou regularização de edificações) e até 80% no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) por cinco anos.

Os interessados devem elaborar um projeto, por meio de empresa habilitada, e se qualificar. O empresário Loiri Maronezi está utilizando a energia solar e garante que vale muito a pena. “Nossa previsão de retorno financeiro é de 23 meses. Vimos que este é um projeto totalmente viável, é uma oportunidade de economizarmos e preservarmos a natureza”, considerou.

Na casa da servidora pública Marizangela Sousa Reis a energia solar chegou há poucos dias. “Fui surpreendida positivamente com a facilidade para a implantação. Depois de um planejamento financeiro, resolvemos aderir a este tipo de energia e estamos muito felizes com esta conquista que, com certeza, trará mais conforto e economia para minha família”, pontuou.

Crescimento

Em Palmas, o número de projetos implantados cresceu significativamente nos últimos anos. Para se ter ideia, em 2016, a capital somava 19 projetos, já em 2020, foram 363 e, atualmente, a Capital possui quase mil projetos. Durante evento de entrega do selo, o secretário Extraordinário de Captação de Recursos, Estratégicos e Sustentáveis, Thiago Dourado, apresentou a viabilidade, a economia, as estatísticas e os benefícios ambientais. “A nossa ideia é fazer a cidade inteira abraçar este programa. Em seis anos, avançamos muito. Do ponto de vista ambiental, é como se, durante este período, tivéssemos plantado mais de 140 mil árvores em nossa cidade e reduzido quase 20 mil m³ de CO²”, explicou o gestor.

Também participaram do evento os secretários municipais de Governo e Relações Institucionais, Rogério Ramos, de Desenvolvimento Econômico e Emprego, Mila Jaber, e de Comunicação, Ivonete Mota.

Comentários do Facebook