Câmara de vereadores de Augustinópolis

Decisão da justiça do Tocantins suspendeu, nesta quarta-feira, 03, a liminar que tinha afastado os vereadores de Augustinópolis, no norte do Tocantins.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os parlamentares foram afastados de suas funções por suposta prática de crimes de corrupção ativa. Na decisão o desembargador Helvécio de Brito Maia Neto, do Tribunal de Justiça, ressalta que a Ação Penal que apura a suposta prática de crimes ainda se encontra na fase de instrução, inexistindo nos autos qualquer formação de culpa ou mesmo de determinação de afastamento cautelar dos recorrentes.

Os vereadores são investigados por suposto esquema de recebimento de propina para aprovarem projetos de interesse do executivo de Augustinópolis. 10 parlamentares reassumem seus mandatos na Câmara. O caso continua, a apreciação da matéria será feito posteriormente pelo Superior Tribunal de Justiça.

Comentários do Facebook