Wagner Rodrigues

Foram consideradas irregulares pelo Tribunal de Contas do Tocantins (TCE-TO) as contas anuais de Wagner Rodrigues, ex-gestor do Gabinete do Prefeito de Araguaína Ronaldo Dimas, referentes ao período 01/01 a 12/02/2017 e 16 a 31/12/2017.

Os conselheiros do TCE apontaram dentre as falhas a ausência de registro contábil das contas patronais; empenho, liquidação, pagamento e registro patrimonial, vinculadas no regime geral de previdência e o regime próprio na competência de 2017, nos percentuais exigidos de 20% e 16%, respectivamente, desobedecendo ao que determina a lei.

O Tribunal determinou aplicação de multa a Wagner Rodrigues Barros, no valor de R$2.000,00 (dois mil reais), pela prática das irregularidades. A decisão foi publicada no Boletim Oficial do TCE nº 2559 em 10 de junho de 2020.

CANDIDATURA

Wagner Rodrigues é filiado no Solidariedade, ele deixou o cargo de secretário Chefe de Gabinete de Ronaldo Dimas no último dia 3 de junho, visando cumprir prazo de  desincompatibilização determinado pela lei eleitoral, já que Wagner Rodrigues é pré-candidato a prefeito de Araguaína. Sendo ele o plano de “A” a “Z” de Ronaldo Dimas para ocupara a prefeitura a partir de 2021.

Com as contas julgadas irregulares, o pré-candidato poderá sofre  sanções, entre elas, a declaração de inelegibilidade feita pela Justiça Eleitoral.

A decisão do TCE movimentou muito os bastidores da política de Araguaína, a cabeça de chapa até agora preferida de Ronaldo Dimas poderá não ser consolidada. O assunto ganhou grande repercussão entre políticos e líderes políticos araguainenses.

Comentários do Facebook