A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da 78ª Delegacia de Polícia de Aparecida do Rio Negro, efetuou na tarde desta quarta-feira, 17, a apreensão de um menor, pela suposta prática de tentativa de crime análogo a estupro de vulnerável. A apreensão ocorreu na residência do adolescente, localizada na Zona Rural da cidade de Aparecida do Rio Negro, mediante a mandado de prisão preventiva expedido pela Comarca de Novo Acordo.

De acordo com as investigações, o adolescente de 17 anos teria tentando abusar sexualmente de uma criança de nove anos de idade, na última sexta-feira, 12, na zona rural daquela cidade.  A autoridade policial informou que a Polícia Civil, ao constatar o fato, logo iniciou os atos executórios, entretanto, foi impedida pelos pais do adolescente de consumar as diligências.

O delegado da 78ª DP, Túlio Pereira Mota, inteirou que as informações da Polícia Civil apontaram que o menor já havia sido investigado duas vezes pela prática análoga ao estupro, sendo apreendido em razão do ato infracional nas duas ocasiões. Em desfavor do adolescente, há em curso, outra investigação, sobre uma suposta ameaça – circunstância em que o adolescente teria obrigado, em tese, seus progenitores a saírem de sua própria residência, informou o delegado.

O delegado, Túlio Pereira Mota, destacou o empenho da equipe e a atuação imediatista da Polícia Civil em solucionar o caso. Reiterou ainda, o compromisso com a segurança da população de Aparecida do Rio Negro.

Após a realização dos procedimentos de praxe, o menor foi recolhido ao Centro Educacional de Internação Provisória de Palmas, para sanção das medidas cabíveis.

Comentários do Facebook