Um casal, homem de 48 anos e uma mulher de 36 anos, foram presos pela Polícia Militar (PM), na madrugada deste sábado, 28, suspeitos de porte ilegal de arma de fogo, invasão de domicílio, ameaça e tentativa de homicídio contra um homem de 20 anos, no bairro Vila Madalena, em Araguatins, norte do Tocantins.

Uma ligação anônima para a Central de Operações da PM (Copom) deu conta de que estaria acontecendo uma discussão envolvendo três pessoas. Segundo o suspeito, ele estava na casa de sua namorada, quando o homem de 20 anos (a vítima), teria jogado pedras no telhado da casa e em seguida também teria desligado o padrão de energia elétrica, por motivos não revelados.

Foi então quando o casal deslocou até a residência da vítima armado com um revólver calibre 32. Segundo a vítima, o casal mandou que ele abrisse a porta, dizendo que era a polícia. Ao abrir a porta da casa, o casal, apontando a arma na cabeça da vítima, mandou que ele deitasse ao chão. Já deitado, o suspeito chegou a disparar por duas vezes contra a cabeça da vítima, mas as munições falharam.

De imediato a PM chegou ao local. O casal já havia escondido a arma nas proximidades da residência da vítima e disse à PM que não tinha arma. Mas, a polícia acabou encontrando o revólver com três munições intactas, sendo duas com a espoleta perfurada ocasionada na tentativa de atirar contra a vítima.

Os envolvidos juntamente com a arma e munições foram levados para a Delegacia de Polícia Civil para as providências cabíveis.

Comentários do Facebook