Hospital Público de Augustinópolis - TO

O Ministério Público do Tocantins (MPTO) ajuizou, nesta segunda-feira, 18, ação civil pública visando obrigar o Estado a instalar, em caráter de urgência, 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital de Regional de Augustinópolis, norte do Tocantins, para atender aos pacientes com Covid-19. A unidade hospitalar é referência para 23 municípios da região do Bico do Papagaio, que somam população de 208 mil habitantes, porém não possui nenhum leito de UTI.

A ação judicial do MPTO considera o fato de que já se encontra estabelecida na Programação Anual da Saúde para 2020 a instalação de 10 leitos de UTI no Hospital de Augustinópolis, havendo, portanto, previsão orçamentária para esta finalidade. Em outro processo judicial, o Estado informou que os trabalhos para implantação estariam em fase final e que a previsão era de colocar os leitos em funcionamento na primeira quinzena de maio deste ano.

“Já ultrapassamos os meados de maio, então o Estado do Tocantins já se encontra em mora, pois que não cumpriu com uma meta estabelecida na programação anual da saúde”, pontua o promotor de Justiça Paulo Sérgio Ferreira de Almeida no texto da ação civil pública.

Também é exposto que o Hospital de Regional de Augustinópolis foi reformado com a previsão de instalação de uma UTI, portando já se encontra apto para receber os leitos e respectivos equipamentos.

Gravidade

O promotor de Justiça também sustenta que o Governo do Estado reconhece a gravidade do cenário da Covid-19, haja vista ter decretado, em 15 de maio, a extrema medida de lockdown em 33 cidades do Norte, determinando a paralisação de atividades não essenciais e restringindo a circulação de pessoas.

Sobre a urgência da instalação da UTI, o representante do Ministério Público também expõe na ação civil pública o crescimento elevado de casos confirmados de Covid-19, entre 1º e 17 de maio, em cidades da região: São Miguel, 233%; Augustinópolis, 400%; Axixá do Tocantins, 2.400%; e Araguatins, 2.800%. O número de óbito por Covid-19 nos municípios da região foi de 1 a 12 no mesmo período.

Ele menciona ainda que o Hospital Regional de Augustinópolis está próximo a entrar em colapso e que Araguaína, que poderia vir a socorrer os pacientes da região do Bico do Papagaio, já está com seus leitos quase todos ocupados em razão da “explosão” de casos na própria cidade. (Flávio Herculano)

Comentários do Facebook