Na tarde desta segunda-feira, 11, o Hospital Municipal de Araguatins, no norte do Tocantins, passou por uma desinfecção. A higienização na unidade só foi possível após o advogado Alday Machado denunciar que o hospital poderia ser um foco de infecção para o coronavírus. Pois no último dia primeiro de maio, um enfermeiro que presta serviço na área da saúde trabalhou e atendeu várias pessoas com sintomas da covid-19.

Logo após a denuncia de Alday Machado a população de Araguatins apoiou a ideia e passou a pressionar a administração municipal para realizar uma desinfecção com produtos que possam matar o vírus transmissor do novo coronavírus.

ENTENDA O CASO

O Município de Araguatins confirmou o 1° caso do novo coronavírus, na sexta-feira, primeiro de maio. Trata-se de um paciente do sexo masculino, 28 anos, residente no Estado do Maranhão e presta que serviço na cidade frequentemente.

Diante do caso, o advogado de Araguatins Alday Machado divulgou um vídeo no seu perfil em uma rede social denunciando a falta de comprometimento do prefeito Claudio Santana em conduzir a pandemia no município araguatinense.

Segundo Alday, o homem infectado com o covid-19 é um enfermeiro do Hospital Municipal de Araguatins e que esteve em Imperatriz-MA, onde também presta serviços em uma unidade de saúde, na qual ajudou a tratar de um paciente com coronavírus e que foi a óbito.

O advogado ressaltou que o enfermeiro, já com sintomas do coronavírus, trabalhou no hospital municipal de Araguatins nos dias 21, 22, 24, 27 e 28 de abril, e atendeu gestantes, pais e mães de família e idosos. Disse ainda que o profissional informou para administração municipal que havia tratado de paciente com coronavírus no Maranhão e que estava com sintomas da doença.

Mesmo sabendo que o profissional estava com sintomas da doença o prefeito Claudio Santana não tomou providências em afastar o enfermeiro de suas funções, sendo omisso diante de uma doença grave e que não existe cura e ainda nenhum remédio. Desabafou Machado.

O advogado se diz preocupado com a situação e teme que o hospital municipal de Araguatins seja o polo de infecção do coronavírs. Ele denunciou ainda que o prefeito Claudio Santana não disponibiliza EPIs para os profissionais da saúde do município de Araguatins e que a ambulância não é desinfetada.

O advogado disse que vai exigir na justiça por meio de uma ação judicial para que Claudio Santana seja obrigado a realizar uma desinfecção no Hospital Municipal e obrigado a fornecer EPIs para todos os profissionais de saúde da unidade.

Por fim, o advogado disse que Claudio Santana sabe das informações e esconde dados sobre o coronavírus e que a câmara municipal de Araguatins deve formalizar um processo de Impeachment contra o prefeito por atentar contra a saúde pública. E mandou recado para que os vereadores se interessem pelas causas da população e desempenhem seu papel de fiscalizadores.

Comentários do Facebook