Sitio Novo Tocantins

Policiais Civis da 16ª Delegacia de São Miguel do Tocantins, comandados pelo delegado Inaci Antônio Bandeira Júnior, efetuaram na tarde desta quarta-feira, 27, a prisão de um indivíduo de 30 anos de idade. Ele é suspeito pela prática dos crimes de injúria, ameaça e difamação contra sua ex-companheira, que reside atualmente no município de Sitio Novo, no norte do Tocantins.

O homem foi capturado, mediante cumprimento a mandado de prisão preventiva, quando se encontrava no município de Imperatriz, Estado do Maranhão. Na oportunidade, os policiais civis também cumpriram mandado de busca e apreensão na casa do investigado.

Conforme a autoridade policial, há cerca de quatro anos, o indivíduo preso nesta quarta-feira, vem realizando, de forma sistemática, ameaças a vítima, além de difamá-la em redes sociais. “Como se fosse a vítima, o homem criava perfis falsos para tentar difamá-la nas redes sociais e para pessoas próximas, como parentes, amigos e conhecidos”, ressalta o Delegado.

Ainda segundo o Delegado, no momento da prisão, o suposto autor confessou o delito, bem como informou que utilizava o próprio aparelho celular para difamar e ameaçar a vítima. Diante dos fatos, o homem foi conduzido até a Central de Flagrantes da Polícia Civil, em Imperatriz/MA, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário do Estado do Tocantins.

Conforme o delegado Bandeira, o autor acreditava que ficaria impune, já que os crimes eram praticados por meio das redes sociais em outra Unidade da Federação. “O homem se aproveitava do fato de estar em ou outro Estado e também da facilidade em poder acessar as redes sociais para cometer os ilícitos sem se preocupar com as possíveis consequências de seus atos. No entanto, hoje realizamos a prisão dele e alertamos que a Polícia Civil do Tocantins está atenta”, assevera o Delegado.

Como forma de agradecimento, a vítima gravou um depoimento emocionado onde enaltece a atuação da Polícia Civil e agradece ao delegado Inaci Bandeira, bem como a todos os demais policiais civis que participaram da ação que resultou na prisão de seu ex-companheiro.

Comentários do Facebook