Depois de garantir segurança alimentar para a população tocantinense inserida nos grupos de risco, com a distribuição de cestas básicas nos 139 municípios do Estado, o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas) e demais parceiros, foca agora na entrega para famílias vulneráveis e trabalhadores que foram afetados pelo isolamento social causado pelo novo Coronavírus.

Nesta quarta-feira, 13, a entrega dos mantimentos será para os profissionais de Gurupi. A ação ocorre na Central dos taxistas e mototaxistas de Gurupi.

A distribuição de cestas básicas já atendeu taxistas e mototaxistas em Palmas, Araguaína e em municípios da região do Bico do Papagaio. “A ação visa apoiar profissionais que nesse momento têm suas fontes de renda prejudicadas, por estarem proibidos de trabalhar, principalmente os mototaxistas que têm uso de capacete de passageiro coletivo e não conseguem atender o espaço de distanciamento social exigido”, informou o secretário executivo da Setas, Tiago Costa.

O gestor da Setas, José Messias Araújo, destacou a determinação do Governo do Tocantins em atender a todos os 1.800 profissionais, taxistas e mototaxistas, do estado, nesse momento em que não conseguem trabalhar para prover a alimentação de suas famílias. “O Governo do Estado está presente cuidando da população tocantinense”, reafirmou.

Mais famílias 

Ainda nesta quarta-feira, em Gurupi, a Setas entregará mais cestas básicas para outros trabalhadores autônomos e mais famílias vulneráveis. Segundo o secretário, “serão destinadas 200 cestas básicas para os mototaxistas, 80 para taxistas, 174 para famílias atendidas pela Apae de Gurupi, 60 para beneficiar famílias apoiadas pela liga de Combate ao Câncer, 68 cestas básicas destinadas aos profissionais freteiros e ainda 60 cestas para os chapas, totalizando  642 cestas básicas”.

Distribuição das cestas básicas 

No Estado, a ação de distribuição de cestas básicas ocorre por determinação do governador Mauro Carlesse, sendo realizada por equipes da Setas e instituições parceiras. As associações e instituições que precisam dos alimentos devem procurar os Centros de Referência de Assistência Social dos municípios (Cras) para realizarem os cadastros das famílias. Assim como, as famílias que necessitarem de alimentos devem se cadastrar nos Cras municipais. Nos assentamentos rurais, a entrega das cestas básicas está sendo realizada por meio dos escritórios do Ruraltins dos municípios.

Desde março até o momento, o Governo do Tocantins atendeu mais de 42 mil famílias, com alimentos e itens de higiene.

Autônomos 

Além de taxistas e mototaxistas, outros profissionais autônomos, a exemplos de artesãos e músicos, também foram beneficiados com a entrega de alimentos e itens de higiene. Ainda objetivando um alcance social maior, com  inclusão de mais famílias necessitadas, amparadas por instituições não governamentais, o Governo do Tocantins distribuiu cestas para asilos e igrejas, entre outras organizações.

Recursos

Os recursos aplicados são oriundos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecope-TO), baseado na Lei n° 3.015, de 30 de setembro de 2015, considerando a decisão plenária do dia 23 de março de 2020, (Resolução nº 01/2020, de 31 de março de 2020), que aprovou a destinação de recursos financeiros a órgão público estadual para execução de projeto social com vistas a combater e erradicar a pobreza, por meio da distribuição de 200 mil cestas básicas à população necessitada.

Comentários do Facebook