Ronaldo Dimas e Delegado Rérisson

Em correspondência formal, o presidente do Podemos-TO, Ronaldo Dimas, pediu que o presidente do partido em Araguaína, o suplente de deputado estadual Delegado Rérisson Macêdo, se licencia do cargo da Polícia Civil para estar apto a ser candidato na eleição municipal deste ano. O partido conta com Delegado Rérisson para compor a chapa majoritária, seja no cargo de prefeito ou de vice.

Para poder disputar o pleito municipal, Delegado Rérrisson precisa se licenciar da Polícia até o dia 3 de maio. “É um orgulho esse convite do partido. Vou preparar a documentação para cumprir as formalidades”, ressaltou o pré-candidato.

Na carta, Dimas é claro ao dizer que conta com Delegado Rérisson. “O nobre companheiro faz parte desse projeto partidário em construção, visando ás eleições municipais/2020, mais especificamente na cidade de Araguaína e nos deixaria muito honrados se pudermos contar com vosso nome a disposição do partido e do nosso grupo político ao que se fizer necessário”, destacou o presidente estadual do partido.

Dimas afirma, ainda, que o partido em Araguaína “lançará candidatura que integrará chapa majoritária” e abre espaço para composições dentro do grupo político que lhe deu sustentação nas suas duas gestões à frente da cidade ou com novas forças. “Buscaremos dialogar com outras agremiações partidárias visando uma composição pluralista da chapa, de forma que possamos caminhar de encontro aos anseios da população, através de encolha que bem represente esse sentimento”, frisa Dimas, que governa a cidade desde 2013.

Comentários do Facebook