Na madrugada desta quarta-feira (8), a Polícia Civil em Alvorada, prendeu em flagrante delito uma mulher de inicias N.F.O, de 50 anos, proprietária de “Casa de Prostituição” na cidade, e a garota de programa N.O.A.S, de 19 anos, pelo crime de exploração sexual de adolescente.

De acordo o delegado plantonista responsável pelo procedimento, João Paulo Ribeiro, o Conselho Tutelar da cidade de Alvorada havia recebido uma denúncia informando que, no referido estabelecimento comercial, haviam adolescentes se prostituindo. Com a comunicação do fato à Polícia Civil, equipe da Central deslocou-se ao imóvel e confirmou a veracidade da informação, com a verificação de que B.H.B.B.M, de 17 anos, estava no local há cinco dias se prostituindo.

Segundo o delegado, a adolescente contou que havia deixado a sua família em Anápolis (GO) e foi para Alvorada acompanhada da garota de programa N.O.A.S, também presente no estabelecimento e autuada em flagrante com a proprietária, que, por sua vez, confessou o recebimento de R$ 30,00 (trinta reais) por programa.

Na Delegacia, a proprietária do estabelecimento contou que suspeitava de que a jovem fosse menor de idade, inclusive, chegou a pedir que ela apresentasse o documento de identidade, mas acabou confiando na palavra da jovem, que dizia ter mais de 18 anos e teria esquecido o RG em casa. Segundo o delegado, a versão dada pela senhora não exclui a sua responsabilidade penal, porque ao submeter à garota à prostituição nesta condição, sem nenhum documento que comprovasse a sua idade, ela acabou assumindo o risco de cometer o delito.

Os policiais civis ainda encontraram uma pequena porção de maconha no interior do quarto onde a adolescente estava hospedada. Após os procedimentos policiais, as duas mulheres foram encaminhadas à Cadeia Feminina de Talismã/TO, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.