Missão das Forças de Segurança partiram neste sábado, 25, para buscar mais estudantes tocantinenses

Estudantes tocantinenses que ainda permanecem na Bolívia retornarão ao Tocantins na próxima quarta-feira, 29. Organizada pelo Governo do Tocantins, uma nova operação de repatriamento foi iniciada na manhã deste sábado, 25. Uma comitiva com um ônibus da Polícia Civil, três micro-ônibus do Governo do Estado, um veículo do Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE), sete policiais civis e dois policiais militares partiu de Palmas rumo ao município de Corumbá, no Mato Grosso, na divisa do Brasil com a Bolívia. A operação de repatriamento dos estudantes tornou-se possível graças ao empenho do governador Mauro Carlesse junto ao Ministério das Relações Exteriores do Brasil.

Coordenada pelo delegado de polícia e diretor do GOTE,  Rildo Barreira, a missão deve repatriar entre 90 e 95 estudantes tocantinenses.  A saída de Corumbá está prevista para segunda-feira, 27, e a chegada em Palmas deve acontecer a missão deve retornar ao Tocantins na madrugada de quarta-feira, 29.

Conforme destaca o coordenador da missão, os protocolos de segurança em saúde preconizados pela Organização Mundial de Saúde estão sendo amplamente seguidos e a chegada em Palmas seguirá o mesmo ritual da missão anterior, ou seja, os estudantes serão levados para o Hospital Geral de Palmas para realizarem o exame de testagem da Covid-19. “Nosso objetivo é trazer todos em segurança para casa”, finalizou o coordenador.

Comentários do Facebook