Júnior Geo
Deputado Júnior Geo

O deputado estadual Professor Júnior Geo (PROS) anunciou na última quinta-feira, 2, por meio de suas redes sociais, a pré-candidatura para prefeito de Palmas. Tendo em vista o não adiamento do calendário eleitoral, o deputado viu a necessidade de responder oficialmente ao questionamento que é constante, mas afirma que as suas ações estão sendo desenvolvidas em preocupação com a sociedade como um todo neste momento delicado.

“Por muito tempo eu procurei um nome alternativo que eu pudesse apoiar em busca de encontrar um representante que nós queremos dentro da política. Resolvi então colocar o meu nome como pré-candidato à prefeitura de Palmas. Pode parecer surpresa para alguns, mas é a primeira vez que afirmo isso categoricamente”.

O parlamentar solicitou a quem assistiu ao vídeo, que contribua com sugestões para o plano de governo em construção e tem demonstrado abertura para receber ideias de Projetos de Leis e Requerimentos também por suas redes sociais.

Ações desenvolvidas para contribuir com o momento de pandemia

12/03 – Solicitou um curso de capacitação para os servidores públicos estaduais de saúde com o objetivo de orientar e trazer mais segurança no atendimento de casos suspeitos de Coronavírus.
20/03 – Solicitou o fornecimento de equipamentos de proteção individual adequado aos profissionais da saúde, como luvas e máscaras, para evitar a contaminação com o novo “Coronavírus”.
23/03 – Apresentou uma Moção de Aplausos em homenagem aos profissionais da área da saúde da rede pública e privada do Estado do Tocantins que prestam assistência médica para população neste momento da pandemia do COVID-19.
24/03 – Solicitou a concessão de linhas de crédito para micro e pequenos empreendedores, autônomos informais como artesãos e feirantes, utilizando-se dos recursos e finalidade do FUNDES – Fundo de Desenvolvimento Econômico e Social.
24/03 – Solicitou o fornecimento de equipamentos de proteção individual (máscaras, luvas, óculos de proteção, álcool em gel, álcool 70% e toalhas de papel), aos Policiais e Bombeiros Militares do Estado do Tocantins, que se encontram na linha de frente do combate ao Coronavírus (COVID19).
24/03 – Solicitou informação sobre a razão da falta de equipamentos de proteção individual aos profissionais da linha de frente no combate ao Coronavírus (COVID-19), bem como, o prazo para solucionar a falta de equipamentos.
25/03 – Solicitou informações sobre os esforços envidados por parte do Governo do Estado para regularizar o pagamento dos prestadores de serviço ao PLANSAÚDE, em especial dos que dispõem de leitos de UTI, a fim de que, em caso de necessidade decorrente do avanço da pandemia causada pelo COVID-19, essas unidades hospitalares possam ser utilizadas.
25/03 – Solicitou informações sobre a oferta de atividades pedagógicas, por meio de plataformas virtuais, aos estudantes durante o período de suspensão das aulas presenciais.
25/03 – Solicitou à Secretaria de Assistência Social informações sobre quais serão os critérios utilizados para a distribuição das cestas básicas durante o período da pandemia do COVID-19, se há cadastro de auxílio para o período da pandemia e, ainda, qual é o plano de logística para distribuição das cestas básicas.
26/03 – Apresentou um Projeto de Lei que assegura aos locatários de imóveis comerciais, no âmbito do Estado do Tocantins, o direito de negociar os seus contratos para manter o equilíbrio financeiro, em razão da determinação de fechamento e interrupção das atividades comerciais para atendimento das medidas de combate à Covid-19.
26/03 – Solicitou que sejam fornecidos equipamentos de proteção individual (máscaras, luvas, óculos de proteção, álcool em gel, álcool 70% e toalhas de papel), aos servidores públicos da Polícia Civil do Estado, como os Delegados de Policia, Agentes de Polícia, Oficiais Civis, Escrivães de Polícia, Papiloscopista, Peritos Criminais, Peritos Médicos Legistas e demais funcionários que exercem funções administrativas, técnicas e operacionais no âmbito da Polícia Civil do Estado do Tocantins, tendo em vista que realizam serviço público essencial, o qual não pode ser paralisado mesmo diante da circunstância pandêmica causada pelo COVID19.
26/03 – Solicitou que sejam fornecidos equipamentos de proteção individual (máscaras, luvas, óculos de proteção, álcool em gel, álcool 70% e toalhas de papel) aos Agentes de Execução Penal e Analistas de Execução Penal, que integram o Sistema Penitenciário do Estado do Tocantins; bem como, aos Assistentes Socioeducativos, Técnicos Socioeducadores e Analistas Socioeducadores, que integram o Sistema Socioeducativo do Estado Tocantins, tendo em vista que tais servidores realizam serviço público essencial, o qual não pode ser paralisado mesmo diante da circunstância pandêmica causada pela COVID19.
30/03 – Apresentou uma Moção de Aplausos, em homenagem à Universidade Federal do Estado do Tocantins – UFT e à Universidade de Gurupi – UnirG, pela parceria firmada para produção de álcool em gel, para auxiliar na prevenção e combate à COVID19 causada pelo coronavírus.
01/04 – Solicitou informações referentes aos dados divulgados e procedimentos, no caso sobre: (a) existência de testes para COVID-19 em quantidade suficiente para a demanda; (b) procedimentos adotados para triagem e realização do teste; (c) além do LACEN, existe outro local onde estão realizando os testes e qual o tempo médio para o resultado; (d) como está sendo feito o acompanhamento dos casos suspeitos e quais os procedimentos adotados até a confirmação ou não do contágio (e) qual o acompanhamento e procedimentos adotados para os casos confirmados; (f) quantidade real de casos suspeitos (em análise), confirmados e descartados.
01/04 – Solicitou informações sobre a estruturação dos hospitais regionais, como estão sendo gastos os recursos alocados para o combate da pandemia do COVID-19, quantidade de aparelhos respiratórios em plena capacidade de funcionamento e de leitos de UTI disponíveis em todos os hospitais regionais, bem como, qual o plano estratégico de assistência aos pacientes em estado grave nos municípios do interior do Estado.
02/04 – Solicitou que sejam mantidas as antigas taxas dos serviços públicos oferecidos pelo DETRAN-TO, ao invés do reajuste instituído pela Medida Provisória nº 27 de 10 de dezembro de 2019, posteriormente, após trâmite regular, convertida na Lei nº 3.619/2019, que passou a vigorar a partir do dia 23 de março de 2020, tendo em vista a situação excepcional de calamidade pública vivenciada por todo o Estado do Tocantins, em razão da pandemia originada pela COVID19 causada pelo Coronavírus.
02/04 – Solicitou informações sobre a quantidade de bombas de infusão em plena capacidade de funcionamento em todos os hospitais regionais do Estado do Tocantins.

 

Comentários do Facebook