Operação realizada pela PM na entrada da cidade de Araguatins

Polícia Militar deu início a Operação “Pagamento”, também denominada de “Operação QSJ”, em razão dos pagamentos, do auxílio emergencial e dos salários dos servidores públicos estaduais.

A operação através de ações de policiamento ostensivo e preventivo acontece desde o dia 24 de abril, período diuturno e em todo o estado do Tocantins.

A Ordem de Serviço (OS) expedida pela seção de Planejamento (P/3) é assinada pelo comandante do 9º BPM e supervisor da Operação, tenente-coronel Valdemi Silva Reis. O documento visa regular a ação da Polícia Militar (PM) através de ações preventivas e repressivas dentro dos municípios da área de abrangência da Unidade que possuem instituições financeiras que estarão recebendo numerários em espécie.

Na Operação estão sendo empregados policiais militares do efetivo operacional ordinário e administrativo da sede do 9º BPM e de suas Companhias Operacionais.

Ainda de acordo com a OS, a Operação se desdobra por meio de abordagens a pessoas e veículos, com a finalidade de coibir ações delituosas nas proximidades das Instituições Financeiras em razão do aumento da circulação de pessoas e recursos financeiros decorrente do Pagamento do Auxílio Emergencial e do Salário dos Servidores Estaduais.

A OS destaca também a objetividade das ações, em evitar a prática de furto e/ou roubo às instituições financeiras, objetivando preservar a ordem pública e consequentemente proporcionar uma real sensação de segurança a população, evitando prejuízos aos serviços financeiros prestados à coletividade.

A Polícia Militar ressalta, que por meio dessas ações, estrategicamente a Instituição vem alcançando seus objetivos quanto à prevenção e combate ao crime, garantindo assim, a segurança das instituições e de seus usuários.

Comentários do Facebook