Dois pedestres foram atropelados na madrugada deste domingo, 21, na avenida Castelo Branco, em Araguaína. Deuzilnar Machado Chaves, conhecida como Deuza Machado, de 51 anos, não resistiu e morreu no local. Ela seria dona de um salão de beleza na cidade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Um homem, de nome não informado, ficou gravemente ferido. Segundo a Polícia Militar, ele teve fratura nas duas pernas, em um dos punhos e um corte profundo na cabeça.

A colisão foi por volta das 5h10, perto do fórum de Araguaína. A PM disse que foi acionada para atender a ocorrência e ao chegar ao local, o motorista de um dos veículos relatou que estava trafegando na avenida, quando parou para dar passagem a outro veículo, que vinha no sentido contrário da via.

Nesse momento, segundo os relatos, um veículo de cor branca em alta velocidade bateu na latera do carro que estava parado e depois atropelou dois pedestres, que atravessavam a rua.

Conforme as testemunhas, o condutor responsável pelo atropelamento, não prestou socorro às vítimas e fugiu do local

O corpo da mulher foi levado para o IML de Araguaína e deve ser liberado neste domingo para velório e enterro. A perícia compareceu ao local para colher as provas, que embasarão as investigações sobre o caso. (Com: G1)

Comentários do Facebook