IML – Palmas

Flávio Nunes Leite de 28 anos morreu após ser baleado por um policial militar na noite de sábado, primeiro de fevereiro, em Palmas. A vítima teria se envolvido em uma briga de trânsito quando foi atingido por um tiro. De acordo com a PM, o policial suspeito, que não teve o nome divulgado, estava de folga quando atirou contra Flávio após um acidente.

O crime aconteceu próximo da entrada de um posto de combustíveis da avenida Teotônio Segurado, uma das principais vias da capital. A PM informou que o crime aconteceu após um acidente de trânsito. De acordo com testemunhas, a vítima e o suspeito se desentenderam e discutiram. Neste momento o policial atirou.

Após o disparo, o homem foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado ao Hospital Geral de Palmas, mas não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois.

A PM informou que um simulacro de arma de fogo foi encontrado no local da ocorrência, mas não disse de quem era o objeto. O policial envolvido se apresentou na delegacia, prestou esclarecimentos e foi liberado em seguida. A arma usada no crime foi recolhida para ser periciada.

O corpo da vítima foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Palmas na manhã de domingo, 2. A Polícia Civil deve investigar o caso.

A Polícia Militar informou, em nota, que deu início aos trâmites de investigação administrativa através de sindicância para apurar o fato e que “voltará a se pronunciar sobre o caso quando o mesmo estiver apurado administrativa e criminalmente”. (G1)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.