Pe. Carmelofoi um dos pioneiros ao prestar serviço da igreja católica em Araguatins
Pe. Carmelofoi  um dos pioneiros ao prestar serviço da igreja católica em Araguatins
Pe. Carmelo foi um dos pioneiros ao prestar serviço da igreja católica em Araguatins

Faleceu na madrugada deste domingo, 1º, o Pe. Carmelo di Gregorio de 85 anos e com 64 anos de ministério.

Pe. Carmelo estava internado para uma cirurgia no joelho, realizada dias atrás, mas complicações do pós operatório levaram-no a óbito com causa de morte identificada como insuficiencia respiratória aguda.

Nasceu em Regalbuto, Província de Enna (Sicília), na Itália, em 24 de novembro de 1930; entrou na Congregação em 1948, professando os votos em 11 de outubro de 1950; fez a profissão perpétua em 11 de outubro de 1956 e foi ordenado sacerdote em 29 de junho de 1960. Chegou ao Brasil em 13 de setembro de 1961. Trabalhou primeiramente no Rio de Janeiro até 1964 e depois foi para o então norte do Goiás, para a missão em Itaguatins em 1965; em 1969 foi transferido para Araguaína, como Vigário Paroquial e Vigário Geral; em 1972 para Araguatins e em 1983 para Carmolândia. Foi novamente pároco em Araguatins onde permaneceu de 1989 a 1990 quando foi transferido para Nazaré. Foi Pároco da Paróquia São Sebastião em Araguaína de 1994 até 1999, posteriormente Pároco em Filadélfia de 2000 a 2004, Vigário paroquial em Tocantinópolis de 2005 a 2011. Desde 2012 estava na Comunidade Araguaína – Sagrado Coração, residindo no Seminário Pe. Pattarello.

Seu irmão Rosário, que reside em São Paulo, infelizmente não chegará para o sepultamento, mas virá, logo que possível, fazer visita e prestar homenagem ao irmão, visitando o seu túmulo. Na Itália, Pe. Carmelo tem outros irmãos. A irmã mais velha chamada Nunzia, o irmão Mario e a irmã Ausilia.

Seu sepultamento será realizado neste domingo, dia 1º de fevereiro, em Araguaína. O corpo será velado no Santuário Sagrado Coração de Jesus e às 15hs será celebrado a Santa Missa, provavelmente presidida por Dom Geovani, Bispo de Tocantinópolis.(orionitas.com)

Comentários do Facebook