Um homem, de 64 anos, suspeito de praticar crime ambiental e também porte e posse irregular de arma de fogo foi preso pela Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), por meio de ação realizada por policiais civis da 10ª Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher e Vulneráveis, com apoio de agentes da 14ª Central de Atendimento da PC, na manhã desta terça-feira, dia 25, em Dianópolis, no sudeste do estado.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, a ação foi deflagrada depois que os policiais da DEAMV receberam uma denúncia informando que um idoso estaria abusando praticando atos de violência doméstica contra sua esposa e também suas filhas. De imediato, os policiais foram até a residência do suspeito, que fica localizada no Projeto de Assentamento Manoel Alves, na zona rural de Dianópolis.

Ao chegar ao local, os policiais não encontraram o idoso, mas em conversas com os policiais, a esposa do suspeito confirmou que o homem tinha saído para caçar, mas mantinha uma arma de fogo na residência. Assim, após buscas no interior do imóvel, os agentes localizaram uma espingarda, calibre 22, municiada com três cartuchos intactos, no quarto do casal.

Na sequência, os policiais passaram a diligenciar na área de mata próxima à residência, onde conseguiram capturar o idoso, que, na oportunidade, trazia consigo uma outra espingarda cartucheira. Na ocasião, os agentes também apreenderam um tatu que o homem acabara de abater. Desse modo, o homem foi conduzido até a sede da 14ª DP, onde foi autuado em flagrante por crime ambiental, porte e posse irregular de arma de fogo.

Ainda segundo a Autoridade Policial, o idoso será investigado pelo cometimento dos crimes de ameaça, injúria e maus tratos em contexto de violência doméstica.

Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, o homem foi encaminhado a Casa de Prisão Provisória de Dianópolis, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário. Segundo o delegado Márcio, será aberto um inquérito a fim de apurar a situação dos crimes de maus tratos e também violência doméstica e sexual que teriam sido cometidos pelo suspeito em desfavor de sua esposa e filhas.

Comentários do Facebook