Ao prender homem que espancou e atirou na própria esposa, polícia encontra arsenal de armas em seu poder

As Polícias Militar e Civil do Tocantins realizaram a apreensão de diversas armas de fogo escondidas numa fazenda na zona rural de Araguacema, nessa quarta-feira, 20. Durante o cumprimento do mandado de prisão, que faz parte da Operação Hórus/Vigia, foi encontrado um arsenal de armas na propriedade do indivíduo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na operação, as equipes apreenderam na propriedade: uma carabina Rifle Rossi, calibre 38 de dez tiros, uma carabina 44, sem descrição (raspada), uma carabina Winchester 44, numeração raspada, uma espingarda calibre 12, sem número aparente, várias munições calibres 22, 12, 44, intactas e deflagradas, insumos para recarga das munições, uma balança de precisão, uma luneta e trabucos calibre 12.

Ao prender homem que espancou e atirou na própria esposa, polícia encontra arsenal de armas em seu poder

O material apreendido estava escondido em uma mata próxima à residência na Fazenda Boa Esperança/Colorado, onde as equipes policiais foram cumprir um mandado de busca e apreensão contra o autor, suspeito de feminícidio, cometido no último dia 04, após surgirem suspeitas de que provas do crime estavam escondidas na fazenda.

Todas as armas e munições, avaliadas em cerca de R$ 30 mil reais, foram apreendidas e apresentadas na Delegacia de Polícia para investigação policial.

Tentativa de Feminicídio

De acordo com as investigações, durante o trajeto e a todo momento, o agressor afirmava que a vítima iria morrer. O mesmo chegou a parar o veículo em frente a uma lavoura de soja, e passou a apontar uma espingarda contra a nuca da vítima. Segundo o depoimento, o suposto autor teria disparado duas vezes em direção da vítima, mas a arma falhou. Já o terceiro disparo foi deflagrado, tendo atingido a nuca da mulher, que conseguiu escapar e correr em direção à vegetação fechada para fugir do agressor, que ainda continuava afirmando que terminaria de matá-la, desta vez de posse de um facão.

Comentários do Facebook