Roberto Assis, de 34 anos, há 6 meses, o goiano escolheu o município de Colmeia para iniciar sua carreira como delegado. Com objetivo de informar as ações realizadas pela Delegacia de Polícia Civil de Colmeia, o Site Luiz Martins entrevistou o Dr Roberto Assis – na ocasião, ele comemorou e destacou operações bem sucedidas, com desarticulações de quadrilhas, prisões de líderes do tráfico de drogas e muitos inquéritos solucionados.

Operações de combate a vários crimes foram desencadeadas após a chegada do Dr. Roberto, como 14 prisões de grande repercussão, incluindo a prisão parcial dos integrantes do assalto ao Banco Bradesco (grupo novo cangaço): “Todos nós trabalhamos com objetivo de levar paz à população, e estamos fazendo o possível e se precisar iremos fazer mais ainda; hoje Colmeia é uma cidade diferente, reduzimos mais da metade da criminalidade, de 0 a 5. “Acreditamos reduzir 2,0 e acredito que podemos diminuir ainda mais”, disse.

Apesar das inúmeras metas alcançadas e números expressivos que a equipe comandada por Dr. Roberto conseguiu, ainda são grandes as dificuldades para se desenvolver um bom trabalho, principalmente pelo baixo efetivo existente atualmente na Delegacia. Segundo o Delegado, a cidade de Colmeia necessita urgentemente de mais profissionais para que possa dar celeridade às investigações.

Sobre tráfico de drogas,  o delegado Roberto destacou que a ação diminuiu na cidade tanto a venda como o consumo. “Sabe quem é o antigo ladrão de galinha? É o que furta celulares. E ele furta o celular para vender e comprar drogas. E depois vira um círculo vicioso. É a nossa realidade, o que vivemos. Nós queremos conscientizar as pessoas, o jovem cidadão, de que a droga é o fim da vida, a droga é o caminho para a morte, destrói quem utiliza e destrói a família e seu círculo de amigos; leva transtorno, leva desagregação para os familiares, e isso se irradia para toda a sociedade. Então a Polícia Civil, vem realizando ações para combater as drogas – inclusive de forma preventiva. Fiquei extremante feliz, semana passada, quando ficamos sabendo que traficantes migraram de Colmeia para o Maranhão. Olha só! Já estamos conseguindo exportar traficantes – Afinal, eles não terão vez aqui”,  relatou.

Dr. Roberto ainda destacou que vem promovendo palestras nas escolas municipais: “Nosso Senhor é enfático: “Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele” (Provérbios 22: 6). “Nós da Polícia Civil não somos somente repressivos, nós educamos e ensinamos, com objetivo de construir pessoas mais inteligentes, com mais consciência crítica. A base da nossa sociedade é a família, trabalhamos para levar paz a eles. Daí nossa preocupação com os adolescentes, que serão os próximos criminosos a serem aliciados pelo tráfico de drogas. Sofrimento e angústia fazem parte da vida. É até o que nos torna humanos. Temos que nos elevar e saber levantar após cada queda. Falo sempre que para aliviar esse sofrimento não devemos ter mente fraca e recorrer às drogas. Para isso, o jovem precisa de Deus, Família e Amigos e não de algo que vai te fazer mal por dentro e por fora”, comentou.

Segundo o delegado, ele tinha a opção de trabalhar em cidades maiores, porém escolheu Colmeia: “Fui Agente de Polícia 8 anos em Goiânia. E antes disso, bombeiro militar. Foi um choque sair de uma cidade grande como Goiânia e ir direto à Colmeia. Havia a escolha para trabalhar em Araguaína, porém escolhi Colmeia pois estou querendo fazer a diferença na cidade e na sociedade, e estava já cansado do trânsito e do agito da metrópole. Acredito que passamos por fases na vida, e estou numa nova fase agora, buscando uma vida mais reservada e tranquila”, disse.

Experiente como concurseiro, ele deixou um recado para os que batalham também. “Oscar Wilde, um escritor inglês do século XIX, dizia o seguinte: para os meus livros reservei somente meu talento; a genialidade reservei para a vida. Então, estude de forma mecânica, guardando a genialidade para vida. Faça somente o que o examinador quer – e claro, dedicação e garra sempre, perseverança é o caminho”.

Outra dica dada por ele foi para o pessoal do Direito. “Não estude muito pela doutrina. Foque mais em exercícios e lei seca.”, diz Dr. Roberto, formado pela UFG em Goiás.

Ping Pong:

Ser delegado ? R: O poeta clássico Píndaro nos dá um conselho: “Torna-te quem tu És”. Ser delegado é uma vocação cumprida.

Família? R: É a base da sociedade, fundamental – a imitação do colo de Deus

Deus ? R: Nossa fortaleza e refúgio, a Verdade e a Vida!

A Polícia Civil ? R: É aquela mulher toda descabelada, feia, que te xinga o tempo todo, na frente de todo mundo, mas no fim do dia você acaba voltando para casa, para os braços dela, ou seja, mesmo com pouca infraestrutura e grandes desafios – é apaixonante viver por ela.

A população de Colmeia está bastante satisfeita com o trabalho que vem sendo desenvolvida pelo Dr. Roberto Assis, e espera que o mesmo ainda continue por um bom tempo na terra dos colmeenses. (Colaborou Luiz Martins)

Comentários do Facebook