Os policiais civis também recuperaram o machado usado no crime, além de objetos da vítima

Crime bárbaro cometido em Araguatins que vitimou Jocélio Vieira da Costa  é desvendado, após 36 horas ininterruptas de buscas e investigações. Policiais Civis da Delegacia de Araguatins, efetuaram na última sexta-feira, 1, a prisão de Wesley Magalhães do Nascimento, 18 anos, o qual é suspeito pela prática de crime ocultação de cadáver da vitima, fato corrido, no final da tarde do último domingo, 26.

Conforme o delegado, ao ser ouvido, Wesley afirmou que à vítima foi assassinada a golpes de machado por Jhones Dyereth Lima de Oliveira, 24 anos no interior da sede de uma chácara de propriedade de Jhones. No entanto, Wesley alega ter apenas ajudado o autor na ocultação do corpo, o qual foi enterrado em uma cova rasa na área da referida chácara, sendo que o cadáver fora descoberta por populares que procuravam por Jucélio, na manhã do dia seguinte.

Desta maneira, Wesley foi conduzido à sede da Delegacia de Araguatins, onde foi autuado em flagrante pela prática de crime de ocultação de cadáver. Em seguida, o indivíduo foi encaminhado à carceragem da Cadeia Pública local, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Durante as diligências, os policiais civis também recuperaram o machado utilizado no crime e demais pertences da vítima. As investigações foram intensificadas no sentido de localizar o paradeiro e efetuar a prisão de Jhones Dyereth Lima de Oliveira, que se encontra foragido.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.