Marinéia foi executada ao abrir a porta de casa para os executores. (Foto: Wagner Almeida/Diário do Pará)

Uma mulher foi executada na madrugada desta segunda-feira,4, com um tiro no rosto na porta de casa, no município de Ananindeua, Região Metropolitana de Belém. Marinéia de Souza Medeiros, de 36 anos, foi alvejada após ser chamada na porta da residência pelos executores, enquanto cuidava de três crianças.

O caso ocorreu por volta das 1h, na rua Antônio Conselheiro, na ocupação Carlos Marighela, bairro do Aurá. Três homens homens chegaram ao local em motocicletas e chamaram pela vítima, que ao abrir a porta, foi baleada na face. As três crianças que estavam no local presenciaram todo o crime.

Ainda não há informações precisas sobre a motivação do crime. Entretanto, uma das suspeitas trabalhadas pela polícia é a de que a vítima tinha envolvimento com o tráfico de drogas, e foi executada por ordem de outros traficantes, em disputa por pontos de venda de drogas.

O corpo de Marinéia foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). O caso será investigado pela Divisão de Homicídios.(Dol)

 

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.