O ex-marido da professora Danielle Christina Lustosa Grohs, encontrada morta nesta segunda-feira, 18, em Palmas, havia tentado matar a professora no último sábado, 16. Ele foi a casa dela e tentou estrangulá-la, mas ela conseguiu fugir e chamar a polícia, contou o advogado Edson Monteiro de Oliveira Neto, que cuidava do processo de separação de bens do ex-casal.

Conforme o advogado, o médico Álvaro Ferreira da Silva, ex-marido, chegou a ser preso, mas foi liberado em Audiência de Custódia no domingo, 17. Ao longo do processo várias medidas protetivas foram impostas contra ele, mas ele descumpria todas, relatou o advogado. Ele inclusive já chegou a invadir a casa dela e levar objetos de dentro da residência, comentou.

O ex-casal já estava há dois anos em processo de separação, após 20 anos de união estável.

A professora foi encontrada morta nesta segunda-feira, 18. (Com: JT)

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.