A Prefeitura de Araguaína, por meio da Secretaria da Saúde – Vigilância de Saúde, intensifica ação de combate ao mosquito Aedes aegypit, vetor das doenças chikungunya, zika e dengue. Equipes de controle químico já estão nos bairros. Nesta quarta-feira, o trabalho será realizado nos quintais de casas do Setor El Dourado, a partir das 17 horas.

De acordo com a coordenadora do Programa de Combate à Dengue em Araguaína, Mariana Parente, se detectado algum caso em que o paciente apresente sintomas das doenças chikungunya, zika e dengue, imediatamente é realizado o bloqueio de transmissão. “Uma equipe, com quatro pessoas vão até o local, duas à frente avisam a população e duas com bombas borrifam os quintais, no local, onde há suspeita do foco do mosquito e em mais oito quarteirões próximos”, explicou.

A coordenadora ressalta a fiscalização é constante no combate as doenças. Equipes de agentes de endemias já realizam trabalhos de rotina nos setores diariamente e estão atentos a possíveis criadouros do mosquito.

Casos de microcefalia

Sobre os 12 casos registrados de microcefalia em pacientes atendidos no Município, sendo cinco de Araguaína e o restante de cidades circunvizinhas, a coordenadora ressalta que todos estão sendo acompanhados para saber se há relação com o zika vírus. Os exames dos recém-nascidos estão sendo aguardados para que a investigação.

Seguindo orientações do Ministério da Saúde, a Atenção Básica do Município está informando a população nas unidades básicas de saúde (UBS), sobre cuidados que mulheres grávidas devem ter, protegendo-se de mosquitos durante o período de gestação.

Cuidados

De acordo com o superintendente de Vigilância de Saúde do Município, Eduardo de Freitas, o objetivo é combater e evitar a proliferação do mosquito e lembrou que 70% dos casos de criadouros são encontrados em quintais.

“Os cuidados são os mesmos, mas é sempre importante lembrar à população que as larvas dos mosquitos se desenvolvem nas águas paradas. Então, cuidados redobrados com qualquer recipiente que possa conter água parada como latas, pneus etc.”, reforçou.

Para o secretário da Saúde, Jean Coutinho, a ajuda da população é importante nessa ação. “Se qualquer pessoa apresentar algum sintoma, de uma das doenças, pedimos que comunique imediatamente na sua UBS, que vamos realizar imediatamente o controle químico na região”, disse.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.