Após insistentes cobranças e pressão por parte do SINTET, o governo estadual informou na tarde desta quarta-feira, 30, que irá depositar ainda hoje o pagamento do 13º salário do restante do pessoal da educação que não receberam, e que dia 31, amanhã, estará disponível.

O presidente do SINTET, José Roque, incansavelmente não mediu esforços e desde segunda-feira, 28, tem reunido com autoridades, entre eles a deputada federal Josi Nunes, o deputado estadual Zé Roberto e secretários de Estado, cobrando o que era de direito dos trabalhadores da educação.

Cerca de 480 profissionais da educação da rede estadual ficaram sem receber o 13º salário, porém o SINTET foi taxativo na notificação ao governo de que o FUNDEB, fundo que paga os profissionais da educação, é vinculado, de tal forma que os recursos estavam garantidos e por conta disto o pessoal da Pasta da Educação não poderiam ficar sem receber.

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.