Luiz Eduardo

As lentes convencionais já foram de grande responsabilidade quando o assunto se trata de óptica. Visto que é uma área que há uma variedade de fornecedores, e ainda hoje, se mantém o processo convencional, em virtude de atender aos usuários principalmente nas multifocais e, ainda assim, a evolução dos progressivos vem fazendo uma grande diferença em relação qualidade óptica, por assim fornecer medidas com parâmetros individuais.

Fornecer um produto que atenda a sua necessidade onde que no convencional o usuário tem que se adaptar ao produto, a tecnologia tem provado de forma diferente que existem possibilidades avançadas.

Como a cada dia, no Brasil, vem sendo diagnosticado problemas a saúde ocular, hoje há um aumento considerável a procura de oftalmologistas para uma melhor visão.

Falando-se de precisão digital, uma tecnologia em que as indústrias têm aderido, tem sendo uma grande aliada há fabricação de lentes com mais qualidades ópticas. Falando de lentes progressivas com tecnologia free form, é importante frisar que, o conhecimento do vendedor é fundamental para auxiliar o cliente, a escolha entre várias opções.

O consumidor precisa entender que: quando se trata de lentes free-form o que comanda a produção é o software.

Então se o software instalado tiver a capacidade de criar um desenho para cada necessidade, isso irá proporcionar a liberdade de adequar o produto ao consumidor.

Com tantos fatores exclusivos compondo seus óculos podemos dizer que seria muito difícil fazer eles sem essas medidas, são elas: à distância em que as lentes ficarão dos seus olhos/ curvatura da armação / ângulo de inclinação da armação, distancia da córnea ao centro de rotação do olho. Com isso não precisamos mais indicar a marcar e sim o produto, afinal com um “insert variável” adaptando-se assim a convergência do consumidor, iremos proporcionar um conforto aos usuários por incentivá-los a utilizar essa inovação, assim, nos permite dizer que estamos adequando o produto a pessoa e não a pessoa ao produto, isso é simplesmente tecnologia free form.

Hoje ocorre é que as lentes free form, como o nome diz, apresenta várias opções de desenhos e qualidades, então recomendo que vocês consultores de óptica estudem e entendam que indicando a tecnologia, vocês estarão dando a oportunidade de seus clientes terem mais qualidade ótica!

Sem contar que as maiores indústrias do nosso ramo têm aderido ao avanço da oftalmologia no que se refere à luz azul, combatendo assim a luz azul presente principalmente em mídias digitais, a tecnologia em anti-reflexo especifica vem protegendo assim aos usuários do mundo digital ao raio nocivo azul-violeta.

Diante dos fatos expostos deixam claro que é importante que seus clientes entendam o que eles estão adquirindo, é mais que uma lente para seus óculos e sim uma solução em até evitar uma possível patologia ocular, dessa forma obtendo um conforto cabal para seus olhos. Sucesso a todos!

Luiz Eduardo

Supervisor e Coaching

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.