Foto: reprodução TV Anhanguera

Foram velados no norte do Tocantins os corpos dos três caminhoneiros do estado que morreram em um engavetamento na BR-153, em Goiás. O acidente aconteceu no início de outubro e as famílias ficaram mais de um mês esperando os corpos serem liberados pelo IML de Goiânia (GO). Eles foram enterrados dois cemitérios de Araguaína.

Arione Rodrigues de Araújo, Rafael Macedo Freitas e João Francisco Guerreiro morreram carbonizados após a colisão de cinco caminhões, três carretas e um carro de passeio. O acidente aconteceu próximo de Mara Rosa, norte do Goiás. Além deles, mais uma pessoa morreu e oito ficaram feridas.

É como se concluísse uma etapa. A gente só tem saudade do que é bom, nós choramos porque amamos, disse Eliana Oliveria, cunhada Arione Araújo.

Ainda é um momento de tristeza porque só o tempo para sarar a ferida, mas agora a gente se sente mais confortado, aliviado porque a espera chegou a fim, disse Waina Macedo, parente de Freitas. (G1)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.