Foto: Via WhatsApp
Foto: Via WhatsApp

Uma operação da Polícia Federal (PF) foi deflagrada na manhã de hoje. A informação que os agentes estariam fazendo buscas na casa de envolvidos com o Bus Rapid Transit (BRT) da Capital. Inclusive que estaria na casa do prefeito Carlos Amastha, que confirmou a informação publicando nas redes sociais sobre a presença em sua casa.

A informação é que a PF está cumprindo de mandados de busca e conduções coercitivas de empresários e agentes públicos da Prefeitura. A investigação seria sobre possível fraude na licitação do BRT, além do excesso de exação na cobrança do IPTU do município. A PF confirmou que existe uma operação em curso, mas não deu detalhes sobre qual o foco da ação. (Jornal do Tocantins)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.