foto-fejetCom o fim da 7ª e última etapa do Campeonato Tocantinense de Judô, evento realizado no sábado, 26, a temporada 2016 da modalidade no estado foi encerrada, oficializando uma inédita campeã estadual: a equipe Palmas Judô Clube (PJC), que venceu todas as etapas do ano e, por isto, já havia chegado ao título com duas de antecedência. O ranking final por equipes no Tocantinense ficou assim configurado: em primeiro lugar, com 40.568 pontos, a equipe PJC; na vice-colocação, a Sesc [21.684 pontos]; na terceira, a Guerra/Sesi [17.302]; e na quarta, a Araguaína/Aocam [10.632]; seguidas pela Kodokan/Paraíso [6.392], Dom Bosco [3.746] e Blindado’s [1.470].

A hegemonia dos atletas da PJC no campeonato é refletida, também, no número de campeões-gerais por categoria. De um total de 107 premiações que serão oferecidas pela Federação de Judô do Estado do Tocantins (Fejet) neste quesito, 41 foram conquistadas por competidores da academia Palmas Judô Clube. Já a equipe Sesc fez 21 campeões; a Guerra/Sesi 18; a Araguaína/Aocam 16; a Kodokan/Paraíso 6; a Dom Bosco 3; e a Blindado’s 2.

Espírito de equipe

Idealizador e fundador do Dojô PJC, Celso Galdino associa muito da conquista à compreensão dos próprios atletas do princípio de união e equipe. “Nós conseguimos conquistar o campeonato de forma invicta porque, do começo ao fim da competição, a nossa academia conseguiu manter os alunos focados e sempre viemos com o máximo de atletas em disputa, mesmo depois de já termos conquistado o título antecipadamente, isto na 5ª etapa. E é gratificante conseguir manter a união da equipe e fazer com que todos participem desta forma”, destaca o faixa preta 5º Dan.

Ainda de acordo com Sensei Celso, o momento, agora, é de curtir o título e descansar, porém, já com parte do pensamento em 2017. “Toda a equipe se dedicou muito este ano, não só em competições como, também, ajudando a fazer o nosso estadual acontecer, carregando e montando os tatames, arbitrando, sendo mesário. Tudo isto é Judô, não só as medalhas e os títulos. Por isto, nós vamos desacelerar um pouco neste final de ano e comemorar nos bonenkais [cerimônia de premiação e confraternização] da nossa equipe [03/12] e da Fejet [14/12]. Depois disto, já focamos a temporada 2017, que começa com a 1ª etapa do Tocantinense, prevista para março, e, em seguida, em abril, com a etapa regional do Brasileiro, onde, devido ao nosso maior número de campeões por categoria, poderemos levar uma equipe mais numerosa e forte para tentarmos melhorar nossos resultados na competição”, afirmou o Sensei Celso Galdino.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.