Postagem do prefeito Amastha em uma rede social
Postagem do prefeito Amastha em uma rede social

Na última quinta-feira, 10, o prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB), foi um dos alvos da Operação Nosotros, da Polícia Federal, que investiga fraudes em licitação no Bus Rapid Transit (BRT) da capital. Ele não foi encontrado em nenhum dos seus endereços.

Contra o chefe do executivo, reeleito nas eleições deste ano, existe um mandado de condução coercitiva, ou seja, o acusado, independentemente de sua vontade é obrigado a marcar presença diante das autoridades judiciais.

De acordo com uma postagem do prefeito em uma rede social ele se encontra fora do Brasil, na Espanha. Na frase Amastha diz: “Bom dia, Palmas. A PF está nos meus endereços fazendo busca e apreensão. Resta colaborar. Estou rumo ao Smart Cities em Barcelona esperando”.

Durante as buscas na capital, nos endereços de Amastha, empresários e secretários municipais, foram apreendidos R$ 180 mil em dinheiro e um dossiê contra a Polícia Federal.

O prefeito deverá se apresentar na Polícia Federal no Tocantins na próxima terça-feira, 22, quando retorna da Espanha, para prestar esclarecimentos sobre as investigações da Operação Nosotros.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.