Colégio da Polícia Militar em Araguaína
Colégio da Polícia Militar em Araguaína

Desde sua implantação em janeiro de 2016, o Colégio da Polícia Militar em Araguaína (CPM), Unidade III, vem desenvolvendo práticas pedagógicas e ações diversas que melhoram a qualidade do ensino-aprendizagem, pautam os valores éticos e morais, e preparam o aluno para a continuidade da vida acadêmica.

“Devemos muito ao nosso Colégio, porque ele trouxe à sociedade araguainense valores há tempos colocados de lado como: ética, disciplina, hierarquia e civismo”, destaca o aluno CPM João Pedro do 2º ano.

Com 764 alunos matriculados, há uma constante preocupação na formação cidadã dos discentes. Por isso, ações de desenvolvimento coletivo da unidade integram o efetivo administrativo, alunos, professores, pais e comunidade na busca da formatação de uma identidade institucional que é ajustada ao processo participativo.

Foram desenvolvidas ações de implantação de atividades esportivas através das modalidades de futsal, vôlei de quadra e areia, tênis de mesa, karatê, natação, xadrez, atletismo e handebol. Ainda há a implantação da horta escolar, aulas de violão e canto coral, gincana histórico-geográfica, ginástica laboral e treinamento funcional para os funcionários, simulados bimestrais, e aula extra para os alunos do último ano em preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

“Antigamente eu nem pegava nos cadernos para estudar, não tinha o menor interesse. O CPM trouxe uma vontade de aprender que eu nem sabia que existia. Gosto das diversas atividades pedagógicas que a escola oferece, como os simulados bimestrais que visam preparar a gente para a vida lá fora. São visíveis os esforços que todos os funcionários, civis ou militares, têm feito para melhorar do nosso aprendizado”, declara a aluna CPM Shirlene Braga do 2º ano do ensino médio.

Os vizinhos do CPM Araguaína, desde o início, sempre receberam bem e com certa curiosidade, a implantação da Unidade. E para o senhor Henrique José, 41 anos, melhorou inclusive a sensação de segurança na localidade. “Colégios como este aqui buscam beneficiar o aluno de várias formas, formam verdadeiros homens e mulheres para a sociedade. Antigamente a região tinha a presença de vários meliantes, depois do CPM tudo mudou, a comunidade se sente mais segura”, destaca senhor Henrique.

O Colégio conta também com a formação de alunos assessores de comunicação, fiscais e socorristas. São alunos que se identificaram com as áreas afins e se inscreveram em um curso de formação para tal, e assim integram ao processo de construção da Unidade participando das decisões pertinentes a sua área de desenvolvimento.

“Acreditamos que a concepção do processo pedagógico depende não só do professor, mas da disciplina do aluno. Por isso, desenvolvemos diversas atividades de intervenção, fazendo com que o aluno sinta-se parte do processo de construção da escola”, declara a capitã Eva Palmeira, chefe da Coordenação Pedagógica.

“Com mais de 25 ações pedagógicas constantes em menos de oito meses, o Colégio da Polícia Militar e todo seu processo de desenvolvimento participativo é destaque na cidade de Araguaína, e motivo de muitos elogios”, ressalta o diretor do CPM major Edilson Pereira de Sousa.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.