O lançamento do programa Agro+, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) previsto para esta terça-feira, 29, no Palácio Araguaia, em Palmas, foi cancelado. A definição ocorreu nesta manhã, após reunião dos organizadores do evento, o ministério e o governo do Estado, através da Secretaria da Agricultura.

A Operação “Reis do Gado”, da Polícia Federal, deflagrada nesta segunda-feira, 28, tem como principal alvo o governador do Estado, Marcelo Miranda. Há contra ele mandado de condução coercitiva. O evento desta terça-feira reuniria Miranda e o ministro da Agricultura, Blairo Magi, senador licenciado pelo PP do Mato Grosso.

O que pesou, de fato, foi o desgaste ao ministro de aparecer ao lado do governador, que um dia antes havia sido obrigado a ir à Polícia Federal prestar esclarecimentos sobre acusações de corrupção e desvios de aproximadamente R$ 200 milhões.

BLAIRO A PAR DE TUDO

Maggi logo pela manhã foi informado da operação e a repercussão da ação dos federais na mídia em todo o país. O Norte Agropecuário recebeu informações de fontes em Brasília que davam conta que a cúpula do Mapa estudava o adiamento do evento, como de fato ocorreu. Após reunião de dirigentes do Mapa e da Seagro, ficou definido o cancelamento.

A assessoria de imprensa do Mapa prepara um comunicado oficial. O mesmo será feito pela Secretaria de Comunicação do Estado que, ainda nesta manhã informou que o evento “a princípio, estava confirmado”.

Ainda não há data prevista para a realização do evento. (Cristiano Machado)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.