Começou nesta terça, 3, a segunda fase do recadastramento dos servidores públicos lotados em 128 municípios do Estado. As Delegacias Regionais de Educação (DREs) das cidades-pólo – Araguaína, Araguatins, Arraias, Colinas, Dianópolis, Guaraí, Gurupi, Pedro Afonso e Tocantinópolis – atenderão aos servidores até o dia 1º de dezembro para a coleta biométrica e apresentação de documentos comprobatórios de informações alteradas no formulário online. Quem não finalizar o recadastramento terá o seu salário suspenso a partir de janeiro de 2016, até a regularização das informações.

Para maiores informações sobre qual DRE procurar, o servidor poderá utilizar ferramenta de busca no site recadastramento2015.secad.to.gov.br. Basta marcar a cidade de lotação e o servidor receberá orientações sobre a data de apresentação e o endereço da DRE a qual deverá se dirigir. Outras informações poderão ser obtidas nos Recursos Humanos de seu órgão de lotação.

O recadastramento é obrigatório a todos os servidores públicos ativos, civis e militares, efetivos ou não. Para os licenciados, foi exigida apenas a conclusão da primeira etapa, online.

Dos 52.072 servidores do Estado, 8,6% não preencheram o formulário. Neste caso, a Secad orienta o comparecimento presencial, nas DREs ou nos RHs dos órgãos de lotação, para concluir primeira e segunda etapas.

Vale lembrar que para os servidores de Palmas, Porto Nacional, Miracema, Paraíso e cidades circunvizinhas, a segunda etapa o recadastramento teve início no dia 26 de outubro.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.