Atendendo à convocação da Presidência do Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Tocantins (Sinpol-TO), os policiais civis participaram de Assembleia Geral na tarde desta terça-feira, 10, na sede do Sindicato. Na Pauta,o Orçamento Anual 2016, e as festas de confraternização de fim de ano. As discussões foram coordenadas pelo presidente, Moisemar Marinho, o tesoureiro, Argus Nazareno e Suzi Francisca da Silva, diretora administrativa.

O Orçamento foi aprovado por unanimidade após ser repassado em detalhes à Assembleia, pelo tesoureiro do Sindicato, que também tirou todas as dúvidas dos participantes. Já com relação às confraternizações de fim de ano, ficou definido que o Sinpol-TO contribuirá com R$50,00 por sindicalizado, sendo as festas realizadas nas regionais. Ainda foi deliberado que para as regionais de Palmas, Araguaína e Gurupi o Sindicato também contribuirá com o som. Também foi apresentado o Plano de Ação para 2016.

Comunicações

Na oportunidade, o presidente Moisemar Marinho relatou o andamento das ações judiciais movidas pelo Sinpol-TO com relação ao alinhamento salarial, progressões e reenquadramentos na horizontal publicados no ano de 2014 e não implementado em 2015, para os policiais civis de 98, 94 e remanescentes do estado de goiás. O presidente detalhou que o Sinpol-TO, além de diversos pedidos junto às secretarias estaduais da Administração, Segurança Pública e Conselho Superior da Polícia Civil, ajuizou uma ação  para assegurar os reenquadramentos dos policiais civis.

Também foi repassado o resultado da audiência de conciliação, que por meio da assessoria jurídica, converteu as multas referentes à greve de 2015 em ações sociais, como campanha de doação de sangue, arrecadação de brinquedos e realização de palestras preventivas.

Marinho ainda falou da preocupação do Sindicato com a ação que tramita no Poder Judiciário referente à greve de 2007, com multa no valor de 300 mil reais, sob pena de prejudicar a saúde financeira do Sinpol-TO. Ele informou que a diretoria está concentrando esforços para tentar novamente uma conciliação e lembrou que a atual gestão busca conduzir com responsabilidade o patrimônio e a aplicações dos recursos financeiros do Sinpol.

Reajuste Unimed

Durante a Assembleia também foi informado aos participantes que o Plano de Saúde – Unimed Palmas teve um reajuste de 13,55%, já a partir do último dia 1º de novembro. A atualização é anual e leva em consideração tanto o ajuste financeiro (índice inflacionário), quanto o técnico (sinistralidade), que calcula todas as despesas e receitas provenientes de mensalidade e coparticipações.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.