José Alencar Milhomem Júnior

Na última quarta-feira, 4, o Tribunal de Justiça (TJ) negou novamente um pedido de habeas corpus a José Alencar Milhomem Júnior. O despacho é do desembargador Ronaldo Eurípedes, da 1ª Câmara Criminal, que decidiu pela manutenção da prisão do acusado.

Alencar já teve por três vezes o pedido de liberdade negado na comarca de Araguatins, e recorreu para a segunda instância, no Tribunal de Justiça, e no último dia 30 de agosto ele teve um habeas corpus negado pelo desembargador Marco Villas Boas, que decidiu por mantê-lo preso.

Alencar Júnior, 25 anos, foi preso no dia 24 de julho, em Araguatins, ele é acusado de envolvimento em um esquema de receptação, venda de veículos de luxo e uso de documento falso, teve sua prisão preventiva decretada pela justiça no dia 28 de julho e continua preso.

De acordo com a justiça, a situação de Alencar Júnior é complicada pois, segundo as investigações, ele adquiria os veículos roubados tanto para uso próprio como para a venda, fato que para a justiça ficou evidenciado o seu envolvimento em uma organização criminosa bem sofisticada, além da adulteração e falsificação de documentos.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.