A Polícia Militar prendeu na manhã de segunda-feira, 17, na cidade de Palmeiras, um homem de 29 anos, lavrador, acusado de cárcere privado, posse ilegal de arma de fogo e ameaça.

Os policiais militares da cidade receberam informações através do telefone 190, sobre um homem que fazia reféns suas duas filhas, ameaçando matá-las e tirar sua própria vida posteriormente. Ele estaria de porte de uma arma de fogo tipo espingarda de cartucho, de fabricação caseira.

Os policiais se dirigiram ao local informado, confirmaram o fato e iniciaram as negociações. Após várias tentativas de negociações do pai do acusado e da Polícia Militar, o lavrador entregou uma arma de fogo e uma das filhas. Ele ficou de posse de uma arma branca (faca) ameaçando a outra filha. Depois de novas negociações o acusado resolveu entregar a outra filha para a esposa, sendo preso em seguida.

Durante buscas no interior da residência os policiais encontraram outra espingarda tipo “bate bucha” de dois canos e uma “estrovenga” calibre 20 com um cartucho intacto e dois deflagrados, ambas de fabricação artesanal e duas armas brancas (facas). O acusado e todo material apreendido foram encaminhados à Delegacia de Policia Civil de Tocantinópolis para os procedimentos cabíveis ao fato. As motivações do crime serão investigadas.

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.