foto-divulgacao-2O Senado Federal divulgou nesta sexta-feira, 7, a lista dos selecionados do programa Jovem Senador 2016. Do Tocantins, foi escolhido o estudante Emanoel Carvalho Silva, da Escola Estadual Silvandira Sousa Lima, de Araguaína, que apresentou a redação “Inclusão através do esporte”, sob a orientação da professora Maria Noemia Alves. Como premiação, o estudante irá vivenciar a rotina de um senador da República, em Brasília, com hospedagem, alimentação e transporte por conta do Congresso Nacional.

O concurso é realizado em três etapas: escolar, estadual e nacional. Na primeira, cada unidade de ensino participante seleciona uma redação e encaminha para a Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc). Na fase seguinte a Seduc seleciona os três melhores textos e encaminha para o Senado Federal, juntamente com as fichas de inscrição e cópia dos documentos dos participantes. Na etapa final, as redações serão avaliadas pelo parlamento, que será responsável por selecionar 27 finalistas, um de cada unidade da Federação.

Em sua redação, Emanoel trabalhou o esporte como ferramenta de inserção social
Em sua redação, Emanoel trabalhou o esporte como ferramenta de inserção social

O tema central do concurso de redação do senado neste ano foi “Esporte, Educação e Inclusão” e os estudantes de todo o Brasil deveriam produzir seus textos a partir desta temática. Sob o título “Inclusão através do esporte”, Emanoel tratou o esporte como ferramenta de inserção social, tendo como eixo principal a Lei de Incentivo ao Esporte (11.438/2006).

“O esporte é uma ferramenta eficaz na construção de uma sociedade acolhedora, que sabe respeitar as diferenças e assim possibilita que cada indivíduo desenvolva todas as suas potencialidades físicas, morais e éticas”, diz um trecho da redação.

Para o autor, ter poder conhecer um pouco mais profundamente a realidade e o trabalho no Senado é uma oportunidade única. “Fiquei muito feliz em ter sido escolhido. Estou muito ansioso para viajar e conhecer mais de perto como é o dia a dia de um senador e do Congresso”, completou.

A jornada acontece em Brasília no período de 28 de novembro a 3 de dezembro de 2016. A viagem dos 27 classificados na etapa final, bem como a hospedagem, o traslado e a alimentação serão custeados pelo Senado Federal.

De acordo com o gerente de Projetos Educacionais da Seduc, Júlio César da Rocha, a secretaria apoia a participação dos estudantes no programa tendo em vista a importância que o Jovem Senador tem para a formação do protagonismo Juvenil. “O contato com a Casa de Leis [o Senado] é um grande estímulo para a formação de líderes. Lá, eles [os alunos] conhecem como são feitos os projetos, e têm, de fato, o envolvimento com os trabalhos. Desde já, agradecemos aos participantes por levar para o Senado as boas iniciativas do nosso Estado”, afirmou.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.