Deputado Eduardo Siqueira Campos
Deputado Eduardo Siqueira Campos

O deputado Eduardo Siqueira Campos (DEM) reagiu com indignação à publicação no Diário Oficial do Estado da última terça-feira, 11, em que o Governador do Estado autoriza o secretário da Saúde, Marcos Musafir, a realizar viagem internacional a Londres, no período de 11 a 16 de outubro, para participar de um evento sobre cuidados com politraumatizados.

“Estamos no meio de uma crise sem precedentes na saúde do Estado. Infelizmente, pacientes estão morrendo. O Ministério Público e a Defensoria precisam acionar a Polícia para garantir atendimentos aos que procuram os hospitais do Estado. A Justiça tem que ser acionada para determinar atendimento e a compra de medicamentos. E mesmo que não tenha ônus para o Estado, é inadmissível que o Secretário da Saúde se ausente justamente agora. Isso demonstra a total falta de respeito e a despreocupação de quem prometeu um choque de gestão e hoje comete crime de omissão”, declarou o deputado.

Eduardo Siqueira disse estranhar também que a publicação da autorização no Diário Oficial se deu exatamente no mesmo dia da viagem. “Não deram sequer a oportunidade de a população discutir o real interesse público em dispensar o principal responsável pela pasta da Saúde em meio aos óbitos, omissões de socorro e desabastecimento nos hospitais. Pois quando da publicação do ato, provavelmente o Secretário já nem estava mais em solo tocantinense”, protestou Eduardo Siqueira.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.