Fesserto reclama de posicionamento indefinido do Governo e pede nova reunião sobre a data-base
Fesserto reclama de posicionamento indefinido do Governo e pede nova reunião sobre a data-base

A Federação dos Sindicatos de Servidores Públicos do Tocantins (Fesserto) reuniu entidades em sua sede, na manhã desta segunda-feira, 17. De acordo com o consenso estabelecido com sindicatos e associações presentes, a Fesserto volta a cobrar um posicionamento do governo do Estado quanto ao pagamento da data-base 2016 e retroativo de 2015, diante da ausência de repostas à proposta apresentada.

A Federação solicitou o agendamento de uma nova reunião com o Comitê Gestor, já que desde que se se mostrou contrária à proposta apresentada pelo Palácio, não houve avanço nas tratativas.

Ofício 

No último dia 6, a Federação encaminhou ofício cobrando o pagamento da data-base 2016, bem como os retroativos de 2015 e 2016. No corpo do ofício, a Federação, que é legítima representante das entidades que defendem os servidores públicos, sugere que através de uma melhor gestão de recursos financeiros, o Estado terá condições de efetivar o pagamento.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.