Gleice Fernandes Tavares - professora de língua portuguesa
Gleice Fernandes Tavares – professora de língua portuguesa

Quatro alunos do Tocantins já estão de malas prontas para participarem em São Paulo, (SP), da etapa regional da Olimpíada Nacional de Língua Portuguesa (OLP) Escrevendo o Futuro. Eles foram classificados na categoria Artigo de Opinião e, durante três dias, de 25 a 27 de outubro, eles participarão de oficinas de formação, palestras e passeios culturais.

O estudante de Itaguatins, Mateus de Souza Miranda, do Colégio Estadual Olavo Bilac, foi classificado com o artigo ‘Para onde vai o lixo de Itaguatins?’ e estará acompanhado pela professora Rosália Conceição dos Santos Pereira.

O aluno Gabriel Fernandes Mendes, 17 anos, estuda a 2ª série do ensino médio, na Escola Estadual Madre Belém, em Palmas, foi classificado com o artigo intitulado ‘Gastos extras retardando a evolução’. Ele contou com a orientação da professora Gleice Fernandes Carvalho.

De Conceição do Tocantins, a estudante Sabrina Nunes de Souza, do Colégio Estadual Coronel José Francisco de Azevedo, ganhou projeção com o texto ‘Privilégio de uns, desvantagem de outros’. Irá acompanhá-la na viagem, a professora Thanielle Magalhães Costa.

De Lavandeira, o estudante Thiago Aparecido da Silva, do Colégio Estadual Lavandeira, participou da olimpíada com o artigo ‘Rio Palma, Nosso recurso natural, nossa joia rara’. Ele obteve a orientação da professora Mariza de Jesus Pereira.

A Olimpíada de Língua Portuguesa selecionou 500 alunos, sendo 125 em cada uma das categorias que são: artigo de opinião, crônicas, memórias literárias e poema. A Olimpíada é um concurso de produção de textos destinado a alunos de escolas públicas, que cursam do 5º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio. É uma iniciativa do Ministério da Educação e da Fundação Itaú Social, com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec).

Experiência enriquecedora 

O estudante Gabriel participa da Olimpíada pela segunda vez, em 2014, foi classificado na categoria crônicas. Desta vez, optou pelo artigo de opinião pela oportunidade de expressar o que pensa. “No meu texto abordei a questão da energia no Tocantins, que produzimos e vendemos para outros estados e pagamos a segunda taxa mais cara do país”, frisou Gabriel. Sobre as aprendizagens adquiridas nas olimpíadas, ele ressaltou: “Adquirimos mais conhecimentos, aprendemos mais sobre a cultura de cada estado e fazemos amizades com alunos de várias regiões do país e, quando voltamos, percebemos quão enriquecera foi essa experiência para a vida”.

A professora Gleice contou que gosta da metodologia de ensino da olimpíada e durante todo o ano levou para a sala de aula temas instigantes para promover a discussão e a formação de ideias. “É uma experiência enriquecedora para o professor e lá participamos de uma formação com educadores da Universidade de São Paulo (USP) e Universidade de Brasília”, contou.

Para a professora Thaniele será a sua terceira participação na OLP e ressaltou a dinâmica de trabalho, a sequencia didática proposta pela equipe da olimpíada. “Para nós professores, essas oficinas são enriquecedores porque são ministradas por professores pesquisadores e voltamos mais motivados. E para os alunos é uma experiência para a vida. Alguns estudantes quando voltaram da olimpíada montaram um blog e continuaram escrevendo”, frisou Thanielle.

A educadora Roseli Bitzcof de Moura, da Comissão Estadual da Olimpíada do Tocantins, comentou a aprendizagem que todos adquirem participando de todo o processo. “Para quem participa da etapa regional, tem a oportunidade de ampliar a visão de mundo, de ver outros interesses, da troca de experiências e destaco a própria aprendizagem sobre o gênero literário que eles escolheram”, frisou. (Josélia de Lima)

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.